Siga-nos

Notícias

Masvidal pede por revanche imediata contra Kamaru Usman: “Sei que sou melhor”

Jorge Masvidal é um dos lutadores mais populares do UFC – Natassia del Frate / PxImages

Ao que tudo indica, no que depender de Jorge Masvidal, seu próximo compromisso será uma revanche imediata contra Kamaru Usman. Em entrevista à ‘ESPN’ americana, o meio-médio (77 kg) – que foi superado pelo campeão no último sábado (11), no UFC 251, após aceitar o confronto de última hora – ressaltou o desejo de, com um período de preparação adequado, provar ser melhor que o nigeriano.

Surpreendentemente, Masvidal – que, até pouco tempo atrás, travava uma briga pública com o Ultimate por melhores salários – colocou em segundo plano o aspecto financeiro na decisão sobre seu próximo compromisso. De acordo com ‘Gamebred’, nem mesmo um duelo contra Conor McGregor, que teria potencial para bater o recorde de vendas de pay-per-view na história da liga, seria o suficiente para afastá-lo da busca por revanche contra Kamaru Usman e, consequentemente, pelo cinturão dos meio-médios.

“É uma decisão simples. Eles poderiam me oferecer nomes maiores que me pagariam mais dinheiro? Sim. É um fato. Mas se depender de mim, Usman (seria o próximo adversário). Aceitar a luta com seis dias de antecedência quando ninguém aceitaria. Muitas pessoas estão dizendo que aceitariam, mas quem mais o fez? Pergunta ao Dana (White). Quem mais falou: ‘Hey, Masvidal não aceitou, eu vou aceitar. Estou aqui’. Então, no que depender de mim Usman é o próximo. Eu não ligo se eles podem me oferecer uma luta maior ou não, eu gostaria de lutar com Usman”, declarou Masvidal, antes de completar.

“Você poderia me dizer (que eu vou lutar com Conor) Mcgregor agora e que vai me pagar X, Y, Z dólares: ‘O maior evento de pay-per-view da história’. Eu sinto que sou bem recompensado o suficiente agora que eu continuo tomando as decisões certas, então esse dinheiro é dinheiro para sempre. Não é sobre dinheiro. É sobre eu querer aquele maldito cinturão e ser teimoso, e eu sei que sou melhor do que Usman e eu quero provar isso. Quero lutar novamente. Não vou tirar nada dele. Ele ganhou a primeira. Vamos fazer de novo e é isso. O que vier depois disso vai vir. Mas a luta com Usman é a coisa que eu mais quero. A revanche imediata com Usman”, concluiu.

Primeira opção do Ultimate para desafiar Kamaru Usman pelo cinturão dos meio-médios, Jorge Masvidal viu a entidade escalar Gilbert ‘Durinho’ em sua vaga após as negociações fracassarem devido a um impasse financeiro. Com o teste positivo para COVID-19 do brasileiro, e sua consequente retirada do card do UFC 251, a organização abriu novas tratativas com ‘Gamebred’ e conseguiu chegar a um acordo para que o aguardado duelo entre o americano e o campeão fosse marcado para o dia 11 de julho, na inauguração da ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi. O confronto terminou com vitória por decisão unânime do nigeriano após cinco rounds de amplo domínio.

Mais em Notícias