Siga-nos

Notícias

Lutador de MMA ‘super-herói’ é preso por venda de drogas; entenda

O mundo dos esportes já viu diversas prisões, mas um atleta, famoso por utilizar seus conhecimentos nas artes marciais para impedir delitos nas horas vagas, ser detido por andar fora da lei talvez seja a primeira vez. De acordo com a estação de televisão ‘KOMO’, o lutador de MMA Ben Fodor – que ganhou notoriedade nos Estados Unidos ao se fantasiar de super-herói para combater o crime sob o pseudônimo de Phoenix Jones – foi preso no início do mês e encara múltiplas acusações envolvendo a venda ilegal de drogas.

Ainda segundo a emissora de TV baseada em Seattle, no estado de Washington (EUA), Ben Fodor vendeu inadvertidamente 7.1 gramas de metilenodioximetanfetamina, conhecida popularmente como ecstasy, para um agente disfarçado do Departamento de Polícia de Seattle no dia 21 de novembro de 2019. O policial pagou 300 dólares (cerca de R$ 1,2 mil) adiantado e mais 200 dólares (aproximadamente R$ 800,00) no momento da transação. Além de deixar engatilhada uma futura negociação.

A segunda transação foi feita no dia 9 de janeiro deste ano, e o lutador e sua suposta cúmplice, Andrea Irene Berendsen, foram presos. Sete pacotes de cocaína foram descobertos com eles no momento da prisão. Ben Fodor foi solto dois dias depois e tem agendada a leitura formal de suas acusações no tribunal para o próximo dia 3 de fevereiro. O ‘super-herói’ já havia tido problemas com a lei por dirigir com a carteira de habilitação suspensa.

O americano iniciou sua trajetória no MMA profissional em 2013, e possui um cartel com sete triunfos, três derrotas e um empate. Em sua última luta, Ben Fodor foi superado por Austin Vanderford em outubro de 2017. Seu grande momento na carreira esportiva foi entre 2015 e 2016, quando chegou a competir pelo evento WSOF em três ocasiões, acumulando apenas uma vitória na organização.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Just finished patrol had a camera crew with me made two arrests and got home safely.

Uma publicação compartilhada por phoenix jones (@thephoenixjones) em

Mais em Notícias