Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Khamzat Chimaev desafia Cormier para luta de wrestling; veterano aceita e provoca

Ao que parece, Khamzat Chimaev gostou de intercalar sua jornada no UFC com participações no wrestling. Em novembro, ‘Borz’ atuou na modalidade contra Jack Hermansson, na Suécia, venceu a luta e, empolgado pela excelente fase que vive nos esportes de combate, aproveitou para desafiar um ex-campeão do Ultimate. Sem titubear, a promessa do MMA expressou o interesse em medir forças com o aposentado Daniel Cormier.

Em suas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui), Chimaev ignorou a aposentadoria e o histórico de ‘DC’ no wrestling e o convidou para realizar uma luta. Vale destacar que, apesar do sueco ser conhecido no MMA por sua qualidade na área, Cormier possui renome na modalidade, mais experiência e títulos.

“Cormier, vamos fazer uma luta de wrestling, irmão, o que você acha?”, escreveu Chimaev em sua conta oficial no ‘Twitter’.

Ao tomar conhecimento do desafio proposto por Chimaev, Cormier, imediatamente, respondeu (veja abaixo ou clique aqui). O ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) e do peso-pesado do UFC se mostrou surpreso com a proposta de ‘Borz’ e afirmou que está níveis acima do mesmo no wrestling. Vale lembrar que, em seus áureos tempos no esporte, o americano chegou a integrar a equipe de seu país.

“Em uma luta de wrestling de verdade? Você está louco Chimaev? Amo que você esteja confiante, mas, irmão, aqui é 10-0 ‘DC’!”, respondeu Cormier através da mesma plataforma.

A interação entre a dupla continuou. Após a resposta de Cormier ao seu desafio, Chimaev fez questão de mencionar que o número que o americano citou corresponde ao seu cartel no MMA (veja abaixo ou clique aqui). A curiosidade é que, além de estar invicto nas artes marciais mistas, ‘Borz’ também possui um cartel perfeito no wrestling, com 24 participações e vitórias.

“Eu sou aquele que está invicto com 10-0. Eu ganho”, concluiu a promessa do MMA.

Invicto no MMA, Khamzat Chimaev, de 27 anos, possui quatro lutas no UFC e se encontra em 11º lugar no ranking dos meio-médios. O sueco estreou pela organização em 2020 e, até o momento, suas vítimas nela foram John Phillips, Rhys McKee, Gerald Meerschaert e Li Jingliang em sequência. A curiosidade é que ‘Borz’ venceu os dez combates que disputou na carreira pela via rápida (seis por nocaute e quatro por finalização), estatística que prova sua dominância quando atua.

Mais em Notícias