Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Khabib descarta chance de volta para ‘vingar’ possível fracasso de Makhachev no UFC

Aposentado desde outubro do ano passado, quando defendeu pela última vez o cinturão peso-leve (70 kg) do UFC, contra Justin Gaethje, Khabib Nurmagomedov, ao que parece, não vai conseguir escapar dos constantes questionamentos sobre um possível retorno ao esporte. Depois de sofrer com a insistência do presidente do Ultimate, Dana White, que tentava convencê-lo a continuar competindo, o russo agora teve que reafirmar sua decisão para a imprensa do seu país.

Em conversa com jornalistas russos, Khabib foi questionado se existia a possibilidade de retornar aos octógonos caso Islam Makhachev falhasse em sua tentativa de conquistar o cinturão dos leves do Ultimate. Firme na resposta, o ex-campeão ressaltou seu apoio ao companheiro de equipe, mas descartou ter qualquer interesse em voltar a competir, ainda que fosse para ‘vingar’ uma suposta derrota do colega.

Vale lembrar que Islam Makhachev sempre serviu como uma espécie de fiel escudeiro de Khabib durante sua carreira e, com a aposentadoria do ex-campeão, é visto por sua equipe como o futuro sucessor do companheiro de treinos na divisão dos leves do UFC. Atualmente, Makhachev soma sete triunfos consecutivos, mas ainda se encontra apenas na 9ª posição no ranking da categoria.

“Islam (Makhachev) tem seu próprio caminho, eu tenho meu próprio caminho. Se ele falhar (ao tentar conquistar o título), ele é capaz de tomar conta de si próprio. Mas nós vamos estar do lado dele, para ajudar e nunca deixá-lo falhar. Quanto a mim, eu não tenho nenhum desejo de voltar (a lutar). E eu não acho que vou ter (este desejo) algum dia”, afirmou Khabib, de acordo com a tradução do site ‘RT Sport’.

Amplamente considerado como um dos melhores e mais dominantes lutadores do mundo, Khabib Nurmagomedov deixou o esporte com um irretocável cartel de 29 vitórias e nenhuma derrota. O russo reinou absoluto na divisão dos leves do UFC entre 2018 e 2020, e se aposentou com três defesas de título bem-sucedidas, contra Conor McGregor, Dustin Poirier e Justin Gaethje, respectivamente.

Mais em Notícias