Siga-nos

Notícias

Kevin Lee insinua que pode se afastar dos octógonos por “alguns anos”

Kevin Lee foi derrotado por Charles ‘Do Bronx’ no UFC Brasília – Carlos Antunes

A derrota por finalização para Charles ‘Do Bronx’ na luta principal do UFC Brasília, no último sábado (14), marcou o terceiro revés sofrido por Kevin Lee em seus últimos quatro confrontos. Apesar de culpar a si próprio pelo resultado negativo, o americano citou o corte de peso mal feito – que o fez exceder o limite da categoria até 70 kg pela segunda vez em sua trajetória no Ultimate – como um dos fatores que o atrapalharam no combate.

No entanto, em conversa com a imprensa, com a presença da reportagem da Ag. Fight, o lutador afirmou que seguirá competindo no peso-leve (70 kg), ainda que admita que pode se afastar do esporte por “alguns anos”. Em um momento de reflexão sobre seu futuro, Lee ressaltou que precisa evoluir em alguns aspectos até estar pronto para retornar aos octógonos e, segundo ele, isso poderia levar algum tempo para se concretizar.

“Eu não trouxe um nutricionista. Achei que o UFC fosse cobrir isso um pouco mais – eles fizeram na minha última luta. Então foi mais falta de profissionalismo da minha parte, e eu não posso fazer nada além de pedir desculpas e culpar a mim mesmo. E eu acho que, do jeito que o corte de peso ocorreu, meio que carregou para a luta. Definitivamente não ajudou”, declarou Kevin Lee, que afirmou que, apesar da falha na balança, seguirá nos pesos-leves: “Eu acho que o peso-leve ainda é a minha casa. Apenas tenho que afinar algumas coisas, mas vou levar um longo período”, contou o americano, antes de completar.

“Eu meio que apressei essa luta. Vai levar um bom minuto antes que você me veja novamente. Eu acho que tenho que avaliar algumas coisas. Senti que meu camp foi ótimo. Meus treinadores me disseram todas as coisas certas a fazer. Eu abandonei isso – a culpa é toda minha. Então, vai levar talvez alguns anos ou algo do tipo”, concluiu.

Tido como uma das promessas da categoria nos últimos anos, Kevin Lee chegou a disputar o cinturão interino peso-leve em outubro de 2017, mas acabou superado por Tony Ferguson. Desde então, o americano possui apenas dois triunfos, além de três derrotas.

Mais em Notícias