Siga-nos

Notícias

José Aldo está fora do UFC 250 e Cruz deve ser o novo rival de Cejudo

A pandemia do novo coronavírus segue provocando mudanças no planejamento do Ultimate. Escalado para enfrentar Henry Cejudo, em duelo pelo cinturão peso-galo (61 kg) no UFC 250 – previamente programado para acontecer em São Paulo (SP) e posteriormente remanejado para os Estados Unidos  – José Aldo não poderá se apresentar no evento. De acordo com informações obtidas pelo site ‘Combate.com’, o ex-campeão peso-pena (66 kg) está com o visto de trabalho vencido e não conseguirá um novo documento a tempo, já que a Embaixada Americana não está fazendo este serviço durante a pandemia do COVID-19. A informação foi confirmada pela reportagem da Ag. Fight.

Ainda segundo o ‘Combate.com’, um acordo verbal já existe para que Dominick Cruz substitua o brasileiro e seja o novo desafiante ao cinturão de Henry Cejudo no evento do dia 9 de maio. O ex-campeão dos galos está afastado dos octógonos desde dezembro de 2016, quando foi superado por Cody Garbrandt e, consequentemente, perdeu seu título. O americano – que teve sua carreira prejudicada por diversas lesões – já havia sido citado pelo atual soberano da categoria como provável substituto de Aldo em caso de necessidade. Em seu ‘Twitter’, o lutador aproveitou para provocar seu futuro oponente (veja abaixo ou clique aqui).

“Querido Henry Cejudo, o verdadeiro rei já foi informado que nós vamos lutar no dia 9 de maio. Vejo você lá. PS: Traga seu outro pequeno amigo Eric Albarracin, então eu posso estapear os dois”, provocou Dominick Cruz.

A pandemia do COVID-19 obrigou o Ultimate a modificar muito de seu cronograma pré-definido. Após cancelar três shows em sequência, a entidade – através de Dana White, seu presidente – tomou como prioridade retomar suas atividades no próximo dia 18 de abril, na edição 249. Ao que tudo indica, este e os próximos eventos serão realizados em território norte-americano, em um local ainda não divulgado oficialmente, mas especula-se que seja em uma reserva indígena na Califórnia (EUA). Além disso, o UFC planeja utilizar no futuro uma ilha particular para colocar em ação os lutadores internacionais que não conseguirem entrar nos Estados Unidos durante esse período, como no caso de José Aldo.

Mais em Notícias