Siga-nos

Notícias

Jairzinho Rozenstruik pede por cinturão interino em disputa contra Francis Ngannou

Com ascensão meteórica, Jairzinho ocupa a sexta posição no ranking dos pesados – Diego Ribas

Sem uma luta de título desde agosto de 2019, quando Stipe Miocic recuperou a soberania da divisão ao derrotar Daniel Cormier, a categoria dos pesos-pesados urge por alguma nova movimentação, pelo menos é o que prega Jairzinho Rozenstruik. Ao site ‘MMA Junkie’, o surinamês defendeu a criação de um cinturão interino e sugeriu o seu aguardado duelo contra Francis Ngannou como palco ideal para essa disputa.

Confirmado por Dana White – presidente do Ultimate – como o plano principal da companhia para a divisão, o terceiro combate pelo título entre Miocic e Cormier segue sem previsão para acontecer. Descartado inicialmente por conta de uma lesão no olho do campeão, o duelo esbarra atualmente na indefinição sobre os eventos futuros da liga que foi obrigada a interromper suas atividades em razão da pandemia do novo coronavírus. Com o topo da categoria estagnado à espera de uma definição, Rozenstruik clamou por algo que faça os pesos-pesados seguirem em frente.

“Eu acho que a divisão dos pesos-pesados precisa disso (cinturão interino). Tudo meio que diminuiu o ritmo com a luta de Stipe e Cormier, e nós não sabemos quando o campeão vai retornar. Então, por agora, coloque um cinturão interino. Eu acho que o peso-pesado (divisão) precisa disso para seguir em frente”, declarou Jairzinho, antes de comentar sobre a possibilidade de disputar o cinturão interino diante de Francis Ngannou.

“O que é melhor do que lutar por um título em uma grande luta? Já é uma grande luta, e se você colocar o título (interino), vai ser mais interessante para nós dois. Mas por enquanto, ainda é o mesmo: é uma luta. Eu quero muito isso, e quando acontecer, eu vou estar na melhor forma da minha vida”, concluiu o surinamês.

Escalado originalmente para encarar Francis Ngannou no evento do UFC marcado para o dia 28 de março, Jairzinho viu o duelo ser transferido para o dia 18 de abril e, posteriormente, adiado indefinidamente por conta da pandemia do novo coronavírus. Apesar da incerteza sobre quando a organização poderá retomar suas atividades, Rozenstruik – que reside no Suriname – segue na Flórida (EUA), onde segue se preparando na academia da ‘American Top Team’ (ATT) para o aguardado duelo contra o camaronês.

Mais em Notícias