Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

Notícias

Irmão de Deiveson Figueiredo estreia no UFC com missão de ampliar legado da família

A programação do UFC para a temporada 2021 segue à todo vapor e nesta quarta-feira (20) vai acontecer a edição ‘Fight Island 8’, em Abu Dhabi (EAU). A segunda atração do evento na ‘Ilha da Luta’ conta com 14 duelos e um dos pontos altos do show é a estreia de Francisco Figueiredo. O brasileiro é irmão de Deiveson, campeão do peso-mosca (57 kg) da companhia, e já chega com a missão de repetir o sucesso da família no esporte. Em sua primeira aparição na empresa, ‘Sniper’, como o atleta é conhecido, vai enfrentar Jerome Rivera.

Francisco Figueiredo já chegou ao UFC com moral. O brasileiro recebeu o apoio do irmão Deiveson, que comemorou a contratação em suas redes sociais. Empolgado, o campeão do peso-mosca da organização comparou ‘Sniper’ a Israel Adesanya e gerou ainda mais expectativa para sua estreia. Vale lembrar que o paraense é ex-campeão do peso-galo (61 kg) do Jungle Fight, mas vai atuar como peso-mosca na nova casa.

Além disso, Francisco é conhecido por ser um lutador que define seus combates. Das 11 vitórias que o profissional conquistou no MMA, 10 foram pela via rápida, sendo três por nocaute e sete por finalização. Seu adversário, Jerome Rivera foi revelado pelo reality ‘Dana White Contender Series’ e acabou nocauteado em sua primeira aparição na companhia. A expectativa dos fãs de MMA e de membros da imprensa especializada é de que o duelo seja solto, movimentado. Apesar de integrar o Ultimate só em 2020, Francisco é um veterano do esporte, já que iniciou sua trajetória nele em 2009.

No ‘co-main event’, Warlley Alves enfrenta o perigoso striker Mounir Lazzez em duelo válido pelos meio-médios (77 kg). O vencedor do TUF Brasil 3, chegou ao UFC cercado de expectativa, mas, até o momento, ainda não conseguiu se firmar. Em sua última aparição, em novembro de 2019, o brasileiro foi finalizado por Randy Brown, em um desfecho surpreendente. Por outro lado, Lazzez estreou na organização em julho de 2020 e impressionou ao dominar o poderoso Abdul Razak Alhassan. Se Warlley é um lutador conhecido por ser agressivo no primeiro round, o tunisiano espera o momento certo para atacar o adversário. Como o encontro possui o status de segunda luta mais importante do show, a tendência é que coloque o vencedor próximo do top-15 da categoria.

Dramática. Essa é a palavra que define a situação de Markus ‘Maluko’ e Vinícius ‘Mamute’ no UFC. O primeiro chegou à organização como campeão do peso-médio (84 kg) do LFA, mas ainda não emplacou nela. Inclusive, o próprio ‘Maluko’ lamentou o fato de ainda não ter se encontrado na maior companhia de MMA do mundo e classificou seu desempenho até então como medíocre. Pela empresa, o paulista disputou seis combates, perdeu quatro e foi derrotado em suas duas últimas aparições.

Inconformado com o atual momento, ‘Maluko’, conhecido por se fantasiar de ‘Coringa’ nas pesagens, deixou o personagem de lado para encarar Dalcha Lungiambula. Vale lembrar que o atleta de origem africana estreia na categoria e também vem de derrota. O segundo vive fase ainda mais delicada. No Ultimate, ‘Mamute’ disputou três lutas nos meio-pesados (93 kg) e perdeu todas no primeiro round, sendo duas por nocaute e uma por finalização. Já Ike Villanueva também não vem bem. O americano foi nocauteado nas duas atuações que realizou pela entidade. O encontro entre os envolvidos nada mais é do que a clássica versão grappler vs striker.

Apesar do clima amigável, Viviane Araújo tem uma importante missão pela frente em Abu Dhabi. A brasileira vai enfrentar a veterana Roxanne Modafferi, em encontro que pode colocar a vencedora dentro do top-5 do peso-mosca (57 kg). Inclusive, as atletas estão bem próximas no ranking da categoria. Atualmente, a americana se encontra na oitava posição e a brasileira ocupa o nono lugar na tabela. Roxanne possui a experiência no esporte e o jiu-jitsu como pontos fortes, enquanto Viviane tem maior desenvoltura na trocação e mais velocidade. Vale destacar que a dupla venceu suas últimas lutas.

Douglas ‘D-Silva’ é mais um brasileiro que busca integrar o top-15. Em sua estreia pelo peso-pena (66 kg), o paraense superou o ex-campeão Renan ‘Barão’, porém tal atuação aconteceu em novembro de 2019. Por outro lado, Lerone Murphy, seu adversário, é uma promessa da categoria, está invicto no esporte e possui uma vitória no UFC, justamente diante de Ricardo ‘Carcacinha’, em julho de 2020. Assim como o brasileiro, o inglês é conhecido pela sua trocação, sendo assim a expectativa da comunidade do MMA é de que luta aconteça em pé. Na modalidade, Douglas disputou 30 combates, venceu 26, sendo 19 por nocaute. Já Lerone realizou 10 confrontos, venceu 9, sendo seis por nocaute e empatou um.

Por último, mas não menos importante se encontra o ‘main event’ do UFC Fight Island 8, entre os meio-médios (77 kg) Michael Chiesa e Neil Magny. Os dois lutadores são mais conhecidos por sua dedicação no MMA do que, propriamente, pelo talento, porém os resultados justificam o status que possuem. Tanto Chiesa quanto Magny venceram três combates seguidos e surpreenderam até mesmo ex-campeões da organização. Os americanos são altos para a categoria e possuem estilos de luta parecidos, que privilegiam o aspecto físico. Atualmente, Chiesa e Magny ocupam a oitava e a nona posição no ranking da divisão, respectivamente, e sonham em integrar o top-5 da classe.

Confira o card completo do evento:

Michael Chiesa vs. Neil Magny
Warlley Alves vs. Mounir Lazzez
Isaac Villanueva vs. Vinicius ‘Mamute’
Roxanne Modafferi vs. Viviane Araújo
Matt Schnell vs. Tyson Nam
Lerone Murphy vs. Douglas ‘D-Silva’
Omari Akhmedov vs. Tom Breese
Ricky Simon vs. Gaetano Pirrello
Su Mudaerji vs. Zarrukh Adashev
Dalcha Lungiambula vs. Markus ‘Maluko’
Francisco Figueiredo vs. Jerome Rivera
Mike Davis vs. Mason Jones
Umar Nurmagomedov vs. Sergey Morozov
Victoria Leonardo vs. Manon Fiorot

Mais em Notícias