Siga-nos
UFC/ Divulgação

Notícias

Herbert Burns é nocauteado no 2º round e perde invencibilidade no UFC

Irmão de Gilbert ‘Durinho’, próximo desafiante ao cinturão dos meio-médios (77 kg), Herbert Burns entrou no octógono neste sábado (15) com a missão de apagar sua falha na pesagem, na última sexta-feira. E diante de Daniel Pineda no card principal do UFC 252, o peso-pena (66 kg) se apresentou de forma irreconhecível e acabou nocauteado.

Aos 32 anos, o faixa-preta de jiu-jitsu perdeu sua primeira disputa no evento e agora acumula cartel profissional com 11 vitórias e três derrotas. Demitido do UFC em 2014, Pineda retornou ao UFC com uma atuação de gala para anotar seu 28ª triunfo no esporte, em currículo que ainda conta com 23 derrotas.

A luta

Embalado por duas vitórias no primeiro assalto no evento, o explosivo atleta foi surpreendido e dominado facilmente no assalto inicial. Por baixo após levar a pior na troca de golpes em pé, o brasileiro não conseguiu trabalhar finalizações e acabou recebendo fortes ataques no ground and pound.

No segundo round, Herbert mostrou agressividade e combinou um forte direto com uma queda. Por cima no chão, o faixa-preta de jiu-jitsu trabalhou com golpes no ground and pound, pegadas de costas e uma montada antes de perder a posição e terminar por baixo, posição que selou o final do confronto.

Depois de passar a guarda, Pineda controlou os dois braços de Herbert e passou a atacar com cotoveladas no rosto, que rapidamente obrigaram o árbitro a interromper a disputa aos 4m37s da etapa.

Confira os resultados do UFC 252:

Daniel Pineda nocauteou Herbert Burns no 2º round;
Merab Dvalishvili venceu John Dodson por decisão unânime;
Vinc Pichel venceu Jim Miller por decisão unânime;
Virna Jandiroba finalizou Felice Herrig no 1º round;
Daniel Chavez venceu TJ Brown por decisão unânime;
‘Livinha’ Souza venceu Ashley Yoder por decisão unânime;
Chris Daukaus nocauteou Parker Porter no 1º round;
Kai Kamaka venceu Tony Kelley por decisão unânime.

Mais em Notícias