Siga-nos

Notícias

Governador da Flórida projeta fim dos eventos com portões fechados em alguns meses

Os eventos com portões fechados podem durar pouco na Flórida (EUA) – Leandro Bernardes

Responsável pela ‘canetada’ que incluiu os eventos esportivos na lista de serviços essenciais na Flórida (EUA), e que com isso abriu as portas para a realização dos mesmos em seu território, o governador Ron DeSantis exaltou as chegadas, algumas já confirmadas e outras em potencial, de grandes ligas do esporte norte-americano ao estado. Em pronunciamento sobre os próximos passos a serem tomados durante a pandemia do novo coronavírus, o político, membro do Partido Republicano, ainda projetou que a volta dos eventos com público presente pode acontecer nos próximos meses.

Primeiro estado norte-americano a afrouxar as medidas de restrição adotadas em todo o país para combater a propagação do COVID-19, a Flórida foi o palco utilizado pela WWE (liga de pro wrestling americana) para gravar o WrestleMania 36, principal show da companhia no ano. Já o UFC retoma suas atividades a partir do dia 9 de maio, e já tem confirmado mais dois eventos para os dias 13 e 16 do mesmo mês, todos na cidade de Jacksonville, na Flórida. Apesar de todos os espetáculos ainda precisarem ser promovidos sem a presença de público, o governador Ron DeSantis se mostrou otimista que os fãs poderão voltar a acompanhar eventos ao vivo em junho ou julho, citando o aumento da temperatura – que, em teoria, atrapalha a propagação do vírus – como um fator fundamental para essa decisão.

“Eu ajudei a recrutar (a WWE). Eu queria que o wrestling fosse filmado em Orlando. Gostaria que eles fizessem o WrestleMania. Eles iam fazer o WrestleMania em abril. Eram centenas de milhões de dólares. Quero manter um bom relacionamento. Quero que eles invistam na Flórida. Nós temos o UFC vindo para Jacksonville. De novo, não vai haver a presença dos fãs, mas eu acho que vai ser um bom evento para as pessoas”, declarou Ron DeSantis, antes de projetar o retorno de eventos com a presença de público no estado que governa.

“Eu acho que se a evolução for boa o suficiente em junho e julho. Eu acho que existe uma janela para ter alguns fãs. Você não vai ter todo mundo amontoado. Mas com 32 graus (Celsius) no clima do estado da Flórida. Se você está lá fora e alguém está a 3 metros de distância de você e você quer assistir a um jogo ou algo do tipo? Você talvez esteja apto a fazer isso”, projetou, de acordo com transcrição do site ‘TMZ Sports’.

Além da WWE e do UFC, a Flórida pode ser o destino de outros esportes que também se encontram paralisados por causa da pandemia do novo coronavírus, como o golfe, a MLB (liga de baseball americana) e a NBA (liga de basquete americana). O evento do Ultimate marcado para o dia 9 de maio, em Jacksonville, marcará o retorno da organização. A edição 249 contará com o duelo entre Tony Ferguson e Justin Gaethje, pelo cinturão interino peso-leve (70 kg), além da disputa pelo título dos galos (61 kg) entre Henry Cejudo e Dominick Cruz.

Mais em Notícias