Siga-nos

Notícias

Gilbert ‘Durinho’ testa positivo para COVID-19 e não disputa cinturão do UFC

GIlbert Durinho vai desfalcar o elenvo brasileirok na Ilha da Luta – Diego Ribas

Promessa brasileira para disputar o cinturão dos meio-médios (77 kg) do UFC, Gilbert ‘Durinho’ testou positivo para COVID-19 e acabou retirado do card do show marcado para o próximo dia 11 de julho, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi. A notícia foi divulgada em primeira mão pelo site ‘MMA Junkie’ e confirmada pela reportagem da Ag. Fight com fontes próximas ao evento.

Número um do ranking da categoria, Durinho mediria forças com o ex-parceiro de treinos Kamaru Usman. No entanto, durante a primeira bateria de testes realizada pelo UFC na última quinta-feira (2), em Las Vegas (EUA), o atleta se juntou ao grupo de competidores brasileiros cortados das próximas edições do show por causa do coronavírus.

Além do atleta, que não apresentou sintomas da doença, seus cornerman Greg Jones e Vagner Rocha também testou positivo. Todos, assim como seu irmão Herbert Burns, único a testar negativo, não entraram no voo que levará competidores, equipes, staff do UFC e jornalistas de Las Vegas para Abu Dhabi na madrugada deste sábado.

Ainda não há confirmação por parte do UFC sobre a possibilidade de haver um atletas reserva para a vaga do brasileiro. O duelo entre Durinho e Usman seria o main event do primeiro card a ser realizado na Ilha da Luta. Na mesma noite, estão previstas mais duas disputas de título. Entre os pesos-galos (61 kg), José Aldo encara Petr Yan pelo cinturão vago. Já entre os penas (66 kg), Max Holloway terá a chance de recuperar o posto perdido para Alexander Volkanovski.

Mais em Notícias