Siga-nos
georges st-pierre
Diego Ribas

Notícias

Georges St-Pierre aposta em sucesso de Jon Jones entre os pesos-pesados

A possível empreitada de Jon Jones entre os pesos-pesados é uma das novelas mais extensas do meio do MMA. No entanto, ao que tudo indica, o impasse pode, enfim, ter seu desfecho em breve. Em meio a tantas incertezas sobre seu futuro na divisão mais pesada da modalidade, ‘Bones’ ganhou um apoiador de peso: Georges St-Pierre.

Ex-campeão meio-médio (77 kg) e peso-médio (84 kg) do Ultimate e membro do Hall da Fama, ‘GSP’ projetou uma trajetória de sucesso para Jones entre os pesos-pesados. No entanto, o astro canadense ressaltou, em recente interação com fãs, que a empreitada do ex-campeão dos meio-pesados (93 kg) também está atrelada a uma série de riscos que o americano pode correr no octógono.

“Jon Jones é conhecido por ser o melhor no esporte, mas também nunca lutou nos pesos-pesados. Será interessante ver como ele se adaptará entre os pesados. Estou confiante que, após um longo período parado, Jon Jones tem as habilidades para retornar da forma que estava quando teve seu reinado nos meio-pesados. Só não sei como as coisas vão rolar. É uma dessas coisas que o tempo pode ser crucial, mas ainda há outros fatores envolvidos que não sabemos. Estou muito ansioso, é uma ótima época para ser fã do UFC, especialmente quando olho para a divisão dos pesos-pesados”, opinou St-Pierre, antes de falar sobre um encontro pessoal que compartilhou com Jones.

“Quando encontrei com o Jones pela última vez, foi há um ano e ele tinha ganhado muito peso. Ele parecia bem confortável com esse peso, então isso me levou a acreditar que ele vai voltar tão bem quanto ele era entre os meio-pesados, exceto que agora com mais massa e músculos. Como fã, que ver ele como nos meio-pesados e talvez ainda melhor do que ele era, mas ele tem grandes desafios pela frente”, completou o canadense, de acordo com site ‘MMA Fighting’.

Afastado dos octógonos há dois anos e meio, Jones pretende recuperar o tempo perdido. A expectativa é de que o americano enfrente Stipe Miocic no final desta temporada em seu debute entre os pesos-pesados – ou até mesmo estreie contra o campeão Francis Ngannou, em 2023.

Mais em Notícias