Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Ex-campeão do UFC pode perder cargo por postura polêmica em relação à COVID-19

Tito Ortiz está no centro de mais uma polêmica. Dessa vez, o posicionamento do ex-campeão do UFC em relação a pandemia de COVID-19, ao distanciamento social e a não utilização de máscaras coloca em risco sua carreira na política. O americano se tornou prefeito ‘Pro Tempore’ (uma espécie de cargo temporário) no Conselho Municipal de Huntington Beach, nos Estados Unidos, e tomou posse na Câmara Municipal em dezembro, mas, ao que aparece, sua postura preocupou os demais membros.

Em um relatório enviado à imprensa, três integrantes do Conselho afirmaram que vão acionar uma medida para remover Tito do cargo na próxima reunião, que vai acontecer no dia 1º de fevereiro. A posição de prefeito ‘Pro Tem’ é cerimonial, ou seja, caso seja removido do cargo, o americano ainda vai integrar o quadro. Vale lembrar que a lenda do MMA constantemente aparece nas redes sociais (veja abaixo ou clique aqui e aqui) sem utilizar a máscara de proteção que consta no protocolo de combate contra a COVID-19, e essa é uma das queixas de seus companheiros na política.

“Senhor Ortiz não atingiu o nível esperado para sua posição e demonstrou pouco comprometimento em cumprir a função com honra e dignidade. Seu comportamento pouco profissional e seu julgamento pobre causaram preocupação entre os residentes, proprietários de negócios locais e seus colegas membros do Conselho. A comunidade de Huntington Beach espera que os funcionários eleitos levem a sério suas responsabilidades de governo”, escreveram os três membros do Conselho Municipal de Huntington Beach em carta publicada pelo site ‘MMA Junkie’.

Tito Ortiz, de 45 anos, é um fiel apoiador do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump. No MMA, o veterano se destacou no UFC, conquistou o cinturão dos meio-pesados(93 kg) da organização em 2000 e defendeu o título em cinco oportunidades. As mais recentes vitórias de destaque da lenda do esporte foram diante dos contemporâneos Chael Sonnen e Chuck Liddell. Sua última aparição na modalidade aconteceu em 2019, quando finalizou Alberto ‘El Patrón’, ex-integrante da WWE.

Mais em Notícias