Siga-nos

Notícias

Evento da WWE abre precedente para UFC 249 ser na Flórida; veja opções

Presidente do UFC, Dana White é o responsável por tomar as decisões da liga – Diego Ribas

Em tempos de campeonatos paralisados e até mesmo Olimpíada adiada em razão da pandemia do novo coronavírus, um dos poucos assuntos que ainda movimenta o mundo dos esportes é a realização ou não do UFC 249. Agendado originalmente para acontecer no próximo dia 18 de abril, no Brooklyn, em Nova York (EUA), o evento ficou sem sede após o veto das autoridades responsáveis, além das medidas proibitivas contra aglomeração de pessoas adotadas pelo governo norte-americano. Apesar da dificuldade em encontrar um novo local para receber o show, Dana White – presidente do Ultimate – se mantém convicto de que conseguirá cumprir com a programação do seu calendário e retomar as atividades da organização após ter sido obrigado a cancelar três edições. E a solução pode estar em outra modalidade de esportes de ‘combate’.

Previsto para ir ao ar no próximo final de semana, o ‘WrestleMania 36’ – principal evento anual da WWE (liga americana de pro wrestling) – foi gravado nos dias 25 e 26 de março, portanto, já com as restrições sobre grande aglomeração de pessoas impostas. O show, que seria transmitido ao vivo do Raymond James Stadium, em Tampa, acabou tendo sua programação alterada pela pandemia do coronavírus e foi filmado, sem público, no Centro de Performance da WWE – que serve de centro de treinamentos para os atletas da franquia -, em Orlando, na Flórida (EUA). Essa aparente exceção aberta pelas autoridades à principal liga de telecatch dos Estados Unidos pode servir como jurisprudência para que o UFC pleiteie realizar a edição 249 sob condições similares e no mesmo local.

A realização do UFC 249 em território norte-americano implicaria em mudanças significativas em seu card, em especial na luta principal entre Khabib Nurmagomedov e Tony Ferguson. A disputa, que já desmarcada em quatro ocasiões anteriores por conta de lesões sofridas por ambos, parece mais uma vez fadada ao cancelamento. Apostando na mudança do local do show para algum território do outro lado do Atlântico, o campeão peso-leve (70 kg) retornou à Rússia para finalizar sua fase de preparação, mas agora encontra-se ‘preso’ em sua terra natal devido ao fechamento das fronteiras do país, medida que visa combater a propagação da pandemia. Com isso, o lutador, em teoria, não pode viajar de volta para os Estados Unidos, e o Ultimate não pode levar seu evento para solo russo.

Os Emirados Árabes Unidos, especialmente sua capital Abu Dhabi, também fizeram parte das especulações sobre a nova localização do UFC 249. Com boa relação com a entidade e três eventos realizados em seu território, sendo o último deles liderado justamente por Khabib Nurmagomedov, Abu Dhabi surgia como boa opção para o Ultimate, mas as medidas restritivas de entrada e saída de pessoas, adotadas pelas autoridades, também impossibilitam, teoricamente, o deslocamento de tudo que envolve a promoção do show.

As reservas indígenas no território dos Estados Unidos poderiam configurar uma opção para o Ultimate. As áreas são administradas por comunidades de nativos americanos e, portanto, não precisariam necessariamente seguir as ordens do governo norte-americano, como a proibição de grande aglomeração de pessoas. Esta alternativa foi considerada pela cúpula da franquia ao tentar salvar o card da edição do dia 21 de março, que originalmente seria realizada em Londres (ING).

Outras opções menos ventiladas até o momento seriam: realizar o evento em águas internacionais ou em territórios norte-americanos fora do país. Sem pertencerem a nenhum país específico, as águas internacionais exigiriam um porta-aviões, um navio de grande porte ou até mesmo uma plataforma de petróleo para servir de palco para o UFC 249, sem que a promoção seja afetada por decretos políticos. Já os territórios não incorporados poderiam ser uma alternativa por sua menor densidade demográfica, ou pelo baixo número de casos do coronavírus em seus domínios. Alguns dos mais conhecidos são: Porto Rico, Guam, Ilhas Virgens Americanas, Samoa Americana, Ilhas Midway e Baía de Guantánamo, localizada na costa de Cuba.

Mais em Notícias