Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Estrela da WWE abre as portas para McGregor, mas avisa: “Nem todos o acolheriam”

Como o atual momento de Conor McGregor no MMA é turbulento, com derrotas, lesão e polêmicas, os demais esportes de combate acabam se tornando uma opção viável para abrigá-lo. No passado, a estrela irlandesa fez uma aparição no boxe e, agora, a WWE, maior organização de pro-wrestling do mundo, voltou a se aproximar do lutador. Inclusive, ‘Big E’, um dos astros da companhia, abriu as portas para receber ‘Notorious’.

Em entrevista ao site ‘Vibe & Wrestling’, o atleta elogiou McGregor, principalmente, sua capacidade de promover lutas e indicou que o mesmo combina com a WWE. No UFC parte dos fãs condena a utilização do ‘trash talk’ e exageros em determinadas narrativas, mas, no pro-wrestling, uma parcela dos amantes da modalidade apoia tal prática, que é vista com frequência, e compra tais histórias.

Dessa forma, ‘Notorious’ poderia se ambientar rapidamente ao pro-wrestling. Vale lembrar que essa não foi a primeira vez que McGregor foi mencionado por integrantes da WWE. Anteriormente, ‘Triple H’, executivo da organização e um dos grandes nomes da história dela, mostrou interesse em contar com os serviços do irlandês.

“Além de suas habilidades, se você perguntar aos seus vizinhos na rua quem ele é, há uma boa chance de que eles saibam quem é Conor McGregor. Então, sim, eu nunca teria problema com isso. Nem todos o acolheriam ou sentiriam o mesmo, mas ele é extremamente divertido. Acho que se ele viesse para a WWE, iria receber muita atenção. Acho que valeria a pena o investimento, tenho certeza”, analisou o wrestler.

Assim como ‘Big E’, estrelas como Drew Mcintyre, ‘Sheamus’, ‘Triple H’, entre outras convidaram McGregor a se aventurar na WWE. No entanto, o wrestler explicou que nem todos os atletas da organização receberiam ‘Notorious’ de forma amigável não pelo fato do astro irlandês se destacar no UFC e sim por conta das inúmeras polêmicas protagonizadas pelo lutador dentro e fora do octógono ao longo dos anos.

“Para mim, acho que a única coisa que me incomoda, e não é minha posição julgá-lo de verdade, mas são as coisas legais. Eu me orgulho quando olho ao redor do nosso vestiário, e não estou dizendo que as coisas são perfeitas, mas quero estar em um vestiário com pessoas que são boas, que obedecem a lei, que não estão se metendo em problemas. Isso é a única coisa”, concluiu.

Mais em Notícias