Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Dispensado do UFC após doping, Carlos ‘Boi’ conquista cinturão de boxe amador na Bahia

Dispensado pelo UFC após ser flagrado em exame antidoping e, posteriormente, suspenso pela USADA por 18 meses, Carlos Felipe ‘Boi’ tenta se manter em atividade da forma que pode. Além de manter a rotina de treinos na Bahia, onde vive, o peso-pesado tem competido em diferentes modalidades, como foi o caso no último sábado (28), quando subiu no cage do ‘Demo Fight’ para disputar o cinturão até 120 kg de boxe amador do evento.

Em ação no card da 13ª edição do ‘Demo Fight’, realizada em Salvador (BA), Carlos Felipe ‘Boi’ derrotou o pernambucano Tiago ‘Boi’ por nocaute técnico, em disputa promovida sob as regras do boxe amador, e conquistou o título peso-pesado da organização. Mostrando bastante técnica e precisão, o baiano provou sua superioridade diante do adversário e obrigou o árbitro central a interromper a peleja decretando seu triunfo.

A competição serve para que ‘Boi’ siga em atividade enquanto cumpre sua suspensão por doping e sonha com uma possível volta ao UFC no futuro. Além do boxe amador, o baiano já havia competido recentemente do campeonato brasileiro de jiu-jitsu promovido pela Federação Internacional de jiu-jitsu Desportivo (FIJJD), no qual se sagrou campeão da categoria e do peso absoluto na faixa-roxa.

O peso-pesado foi suspenso pela USADA no início deste ano, após ser flagrado com substâncias proibidas em seu organismo em exame antidoping realizado na sua última luta pelo UFC, contra Andrei Arlovski, em outubro do ano passado. Como a punição de 18 meses é retroativa à data do teste, ‘Boi’ poderá voltar a competir pelo Ultimate no dia 23 de abril de 2023. Resta saber se o baiano será reintegrado ao elenco da entidade quando estiver livre da suspensão.

Pelo UFC, Carlos ‘Boi’ disputou cinco lutas, saindo com a vitória em três delas e perdendo as duas restantes. No total, o baiano possui um cartel de 11 triunfos, sendo seis por nocaute, e apenas duas derrotas, ambas sofridas dentro do octógono mais famoso do mundo, para Sergey Spivak, logo em sua estreia pelo Ultimate, e para o ex-campeão peso-pesado Andrei Arlovski.

Mais em Notícias