Siga-nos
Rigel Salazar/PxImages

MMA

Demitido pelo UFC, Diego Sanchez encerra parceria com controverso ‘guru’ Joshua Fabia

A polêmica relação entre Diego Sanchez e Joshua Fabia, ao que tudo indica, chegou ao fim. De acordo com o site ‘MMA Fighting’, o ex-lutador do UFC não trabalha mais com o controverso ‘guru’, que servia como treinador e empresário do veterano nos últimos anos.

A ruptura chega pouco tempo depois de Diego ser demitido do UFC, onde competia desde 2005, quando venceu a primeira temporada do reality show ‘The Ultimate Fighter’. O americano estava escalado para encarar Donald ‘Cowboy’ Cerrone, no que poderia marcar sua luta de despedida, mas, em virtude de um imbróglio entre Joshua Fabia e a alta cúpula do Ultimate, a entidade decidiu pelo cancelamento do combate entre os veteranos e pelo término da relação contratual com Sanchez.

A parceria entre Sanchez e Fabia gerou inúmeros questionamentos, especialmente quanto aos métodos de treinamento pouco ortodoxos do treinador, suas credenciais para tomar conta da carreira de um lutador de tamanha história na modalidade e a influência que o mesmo exercia psicologicamente no veterano atleta. Durante anos, o ‘guru’ buscou aprovação por parte da comunidade das lutas, mas nunca atingiu seu objetivo.

Durante o período de trabalho com Joshua Fabia, Diego Sanchez disputou quatro combates pelo UFC, vencendo dois e perdendo dois. Apesar de todas as críticas recebidas por seu treinador, o veterano lutador sempre saiu em defesa do ‘guru’, que servia quase como um líder espiritual para o americano.

Um dos lutadores mais populares do início dos anos 2000 no UFC, Diego Sanchez chegou a competir pelo cinturão dos leves (70 kg) em 2009, contra o então campeão BJ Penn. Porém, acabou derrotado pelo havaiano por nocaute técnico, no que seria sua única oportunidade de lutar por um título do Ultimate.

Mais em MMA