Siga-nos
Natassia del Fischer/PxImages

Notícias

Dana critica possível retorno de Nick Diaz ao MMA: “Ninguém deveria ver suas lutas”

Se o ano de 2020 ficou marcado pela aposentadoria de alguns ícones do MMA, a atual temporada pode indicar o retorno de outros grandes nomes ao esporte, como Nick Diaz. O veterano, de 37 anos, realizou sua última luta em 2015, e seu empresário informou que o bad boy segue em treinamento e que possui 99,9% de chances de subir ao octógono novamente. No entanto, Dana White tratou de esfriar a especulação.

Em entrevista ao canal do YouTube ‘The Schmo’, o presidente do UFC se posicionou contra a possível volta de Nick Diaz ao MMA. O mandatário da organização explicou que o veterano tirou o máximo de proveito de sua trajetória no esporte e destacou que, para ter sucesso na modalidade, os atletas precisam estar focados e realizar sacrifícios, algo que considera inviável para o atual momento do ex-desafiante dos meio-médios (77 kg). Inclusive, o cartola criticou quem incentiva a tentativa de retorno do lutador.

“Por tudo que vejo de Nick Diaz não parece que ele quer ou está pronto para competir neste esporte. Até Jon Jones precisa estar 100% pronto mental e fisicamente pra treinar e lutar. Ninguém deveria querer ver Nick Diaz lutar. Ele esteve em muitas guerras, conquistou muitas coisas em sua carreira, ganhou bastante dinheiro e é famoso. Ele conseguiu tudo que você poderia esperar da luta. Quando vejo o Instagram dele, simplesmente, não sei o motivo para querer voltar”, declarou Dana.

Apesar de não ter conquistado o cinturão dos meio-médios do UFC, Nick Diaz é um dos atletas mais populares não só da categoria, como também do esporte. O bad boy lutou pelo cinturão interino e linear da divisão contra Carlos Condit e Georges St-Pierre, respectivamente, e perdeu para os rivais por decisão unânime. Sua última aparição foi diante de Anderson Silva, em 2015, e o duelo terminou em no-contest, já que ambos caíram no doping.

Mais em Notícias