Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Cynthia Calvillo exalta duelo com ‘Bate-Estaca’: “Gosto de coisas que me dão medo”

Número cinco no ranking peso-mosca (57 kg) do Ultimate, Cynthia Calvillo terá mais uma vez a oportunidade de se aproximar de uma possível disputa pelo título da categoria. Escalada para encarar a ex-campeã peso-palha (52 kg) Jéssica ‘Bate-Estaca’ no próximo dia 25 de setembro, no UFC 266, em Las Vegas (EUA), a americana subirá no octógono em busca de recuperação após ser superada por Katlyn Chookagian, em novembro do ano passado, revés que atrasou seus planos de garantir um ‘title shot’.

Se diante da compatriota, Calvillo encontrou uma rival técnica e estratégica, contra a brasileira, a americana terá pela frente uma oponente mais inclinada para o confronto direto, com a tendência a buscar o nocaute ou a finalização na maior parte de seus duelos. Apesar de reconhecer o perigo existente no jogo de ‘Bate-Estaca’, Cynthia se diz confortável com o desafio e não faz mistério sobre sua tática diante da ex-campeã dos palhas.

“Eu estou muito empolgada. Ela é uma lutadora muito perigosa, e isso me anima. Eu gosto de fazer coisas que me dão medo, e eu realmente sinto como se ela possuísse o risco de você ser nocauteada se ela a acertar, então você tem que ser bastante esperta. Eu acho que é uma boa luta para mim. Acho que tenho um trabalho de pés muito bom. Eu vou ser capaz de ter alguns enfrentamentos inteligentes e conseguir o que eu quero, que é basicamente levá-la para baixo e estrangulá-la, ou no ground and pound”, afirmou Calvillo, em entrevista ao site ‘MMA Junkie’.

Após sofrer com o corte de peso na divisão dos palhas, onde chegou a falhar na balança em duas ocasiões, Cynthia Calvillo optou por subir de categoria e parece ter encontrado seu lar entre os moscas. Em sua primeira apresentação na nova classe de peso, a americana superou Jessica Eye por pontos, em junho do ano passado.

Na sequência, no entanto, ao encarar a ‘porteira’ Katlyn Chookagian, Calvillo não foi páreo para a experiente rival, que saiu vencedora do confronto, adiando os planos da ex-peso-palha de pleitear uma chance de desafiar Valentina Shevchenko, campeã indiscutível da divisão até 57 kg do UFC.

Mais em Notícias