Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Notícias

Cormier revela que testou positivo para COVID-19 durante camp para encarar Miocic

Um mês depois de ser derrotado por Stipe Miocic no terceiro capítulo da trilogia pelo cinturão peso-pesado do Ultimate, Daniel Cormier revelou que travou outra batalha antes do combate, ainda na fase de preparação. Em entrevista ao site ‘Yahoo! Sports’, ‘DC’ contou que testou positivo para COVID-19 em julho, poucas semanas antes de competir no UFC 252.

De acordo com o lutador, os primeiros sintomas apareceram no começo do mês de julho, logo após um companheiro de equipe na ‘American Kickboxing Academy’ testar positivo para o vírus. A confirmação da contaminação do veterano viria uma semana depois.

Apesar do contratempo nos treinamentos, Cormier descarta utilizá-lo como desculpa para a derrota. De acordo com ele, a revelação do seu caso é uma maneira de agradecer ao anel ‘Oura Health’, um dispositivo que fornece informações sobre a saúde dos atletas e que foi distribuído pela empresa para alguns lutadores do UFC, incluindo ‘DC’, antecipando a parceria entre as duas companhias, que deve ser anunciada ainda nesta terça-feira (15).

“Isso não é uma desculpa. Miocic venceu a luta, e ele lutou maravilhosamente. Isso é quase um obrigado ao ‘Oura’ por me permitir chegar à luta. Eu provavelmente continuaria forçando nos treinos e não saberia que eu tive isso. Mas eu fui capaz de cuidar de mim mesmo devidamente e depois voltar aos treinamentos e competir pelo título mundial peso-pesado. Sem o anel, eu não acho que isso seria possível”, declarou Cormier.

Após o final da trilogia contra Stipe Miocic, Daniel Cormier anunciou oficialmente sua aposentadoria do MMA profissional. O ex-campeão peso-meio-pesado (93 kg) e peso-pesado do UFC encerrou a carreira com 22 vitórias, três derrotas e um ‘no contest’ (luta sem resultado).

Mais em Notícias