Siga-nos

Notícias

Colby Covington critica Robbie Lawler por deixar equipe: “É uma diva”

Colby Covington já é famoso por seus atos e declarações polêmicas – Diego Ribas

Prestes a encarar Robbie Lawler no evento principal do UFC Newark, a ser realizado no próximo sábado (3), Colby Covington criticou duramente o adversário. Ao site ‘MMA Fighting’, o meio-médio (77 kg) demonstrou não ter superado o motivo e a forma como seu ex-companheiro de treinos deixou a equipe ‘American Top Team’.

Covington ajudou nos treinos para que Lawler vencesse Johny Hendricks, em dezembro de 2014, e se tornasse o primeiro atleta da ‘ATT’ a possuir um cinturão do UFC. No entanto, após perder o cinturão para Tyron Woodley, também membro do mesmo time, em julho de 2016, ‘Ruthless’ abandonou a equipe. De acordo com o segundo colocado do ranking dos meio-médios, a saída do ex-campeão se deu por uma fotografia de Woodley pendurada na parede dos campeões da academia.

“Eu treinei com ele durante sua preparação para o título. Eu o ajudei. Sei tudo o que ele faz. Ele virou suas costas para nós. Depois de tudo que fizemos por ele, nos deu as costas. É triste porque ele foi paparicado, a ‘ATT’ o reergueu, ele estava quebrado, não era ninguém. Teve as melhores condições de qualquer lutador do time e foi embora por causa de uma foto”, contou.

Apesar de também possuir uma rivalidade intensa com Woodley, Covington afirma que, ao contrário de Lawler, a fotografia do ex-campeão não o incomoda. Segundo o lutador, a imagem na parede apenas o motiva a conquistar coisas maiores para um dia também ser adicionado à parede dos campeões.

“Eu não ligo para nenhuma fotografia. Nada vai me deter dos meus objetivos. Eu trabalhei de forma dura ao lado dessa imagem e estou conquistando tudo com o meu suor. O problema é com Robbie Lawler. Ele é uma diva”, concuiu.

Caso vença seu confronto contra o ex-companheiro de treinos, Covington provavelmente lutará pelo cinturão da categoria contra Kamaru Usman, como já foi falado por Dana White, presidente do UFC. Em sua carreira, o americano possui 14 vitórias e apenas uma derrota, para o brasileiro Warlley Alves, em dezembro de 2015.

Mais em Notícias