Siga-nos

Notícias

Cláudio ‘Dennys a Máquina’ conquista o cinturão dos médios no Jungle Fight 102

Realizada no último sábado (15), no Rio de Janeiro (RJ), a edição 102 do Jungle Fight corou um novo campeão da entidade, além de combates eletrizantes desde o primeiro ao último. Responsáveis por protagonizar a luta principal do evento, Cláudio ‘Dennys a Máquina’ Cesário e Marcelo ‘Animal’ Barbosa travaram uma verdadeira guerra durante cinco rounds, e o primeiro saiu vencedor na decisão unânime dos juízes para conquistar o cinturão peso-médio (84 kg) da organização.

Com ambos aplicando um ritmo frenético desde o início da disputa, ‘Dennys a Máquina’ conseguiu acertar um direto no primeiro assalto, que por pouco não levou o adversário ao solo. Recuperado do golpe sofrido, Marcelo ‘Animal’ equilibrou a peleja e nos rounds seguintes alternou bons momentos com o rival. Valendo-se de boas quedas e um trabalho no chão mais afiado, o lutador da ‘Team Nogueira’ garantiu a vantagem nas papeletas dos jurados e saiu com a vitória, além do cinturão dos médios do Jungle Fight.

“Primeiro quero agradecer a todos que fazem parte da minha equipe, minha família e todos que acreditam no meu trabalho. É incrível a sensação de ser o novo campeão do Jungle Fight, um dos eventos mais importante do mundo. Esse cinturão vai para Teixeira de Mello, na Bahia”, declarou ‘Dennys’.

Na luta de abertura do evento, Thiago Pereira de Souza e Weverton Ribeiro protagonizaram um raro momento no MMA. Durante o combate, os dois lutadores acertaram golpes ao mesmo tempo e ambos foram à lona, resultando em um knockdown duplo. Ao final do primeiro round, com os atletas já recuperados, Thiago encaixou um mata-leão e finalizou o adversário.

Outros destaques ficaram por conta de Luan ‘Danger’ e Eduardo ‘Bebezão’ Neves, que derrotaram Gabriel Otávio Ramos Costa e João Victor dos Santos, respectivamente, por nocaute técnico. O primeiro vem chamando a atenção no MMA nacional por sua habilidade e técnica. Já o peso-pesado paraibano, de apenas 19 anos, conquistou seu segundo triunfo como profissional e segue invicto.

“Aqui é guerra total, estou muito feliz com o espetáculo que os guerreiros deram no Jungle 102. A próxima edição do Jungle Fight no DAZN já está confirmada para o dia 21 de março em Manaus, no Amazonas, graças ao apoio do Prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto, que está determinado a transformar mais uma vez Manaus na capital nacional do MMA, vamos com tudo!”, enalteceu Wallid Ismail, presidente do Jungle Fight.

Jungle Fight 102
Vila Olímpica de Mato Alto, em Jacarepaguá (RJ)
Sábado, 15 de fevereiro de 2020

Cinturão até 84kg – Cláudio “Dennys a Máquina” venceu Marcelo “Animal” Barbosa por decisão unânime dos juízes;
66kg – Antônio Roberto da Costa venceu Rodrigo dos Santos Magalhães por decisão unânime dos juízes;
61kg – Tayron Pedro venceu Jandickson “Monstro” Pereira por decisão unânime dos juízes;
57kg –Erisson “Gato” Silva venceu Lucas Rodrigues Melo por nocaute técnico (interrupção médica);
70kg – Leandro “Mun Ha” Santos da Silva venceu Alan Pitbull por decisão unânime dos juízes;
77kg – Anderson “Astro da Maldade” venceu Paulo Henrique Laia por decisão dividida dos juízes;
57kg – Rafael Montouro Ribeiro finalizou Mario da Costa “Orelha” com um mata-leão aos 2min do 2R;
66kg – Italo Gomes finalizou Elvis Carlos com uma chave de braço aos 2min do 1R;
66kg – Neuaque “Neu” Rodrigues Miniamin venceu Anderson Conceição por decisão unânime dos juízes;
120kg – Eduardo “Bebezão” Neves venceu João Victor dos Santos por nocaute técnico aos 4min do 2R;
57kg – Givanildo Guedes venceu Lucas Floriano Ferreira por decisão dividida dos juízes;
61kg – Luan Danger venceu Gabriel Otávio Ramos Costa por nocaute técnico aos 3min30s do 1R;
77kg – Jefferson Costa venceu Renato da Silva Ferreira por nocaute técnico aos 2min45s do 2R;
61kg – Tiago Pereira de Souza finalizou Weverton Ribeiro com um mata-leão aos 4min do 1R.

Mais em Notícias