Siga-nos
Louis Grasse/PxImages

Notícias

Anthony Pettis recusa classificar Khabib como melhor leve de todos os tempos

Para parte da comunidade do MMA, Khabib Nurmagomedov é o melhor peso-leve (70 kg) da história do esporte e sua dominância no UFC no período de 2012 até 2020 justifica tal posição. No entanto, Anthony Pettis, também ex-campeão da categoria do Ultimate, discorda da afirmação feita por parte dos fãs, demais lutadores e especialistas da modalidade sobre ‘The Eagle’.

Pettis reconhece que Khabib, de fato, merece estar no seleto hall de melhores leves de todos os tempos do MMA, mas frisa que elevar o russo ao status de maioral do peso é algo exagerado. Vale lembrar que, em seus tempos de lutador, ‘The Eagle’ venceu os 29 combates que disputou, usava e abusava do grappling para controlar os adversários e praticamente era intocável no octógono.

Mas, de acordo com ‘Showtime’, Khabib poderia ter sido mais do que de fato foi no esporte. Segundo o americano, faltou para a estrela do MMA a coragem de se desafiar contra campeões de categorias diferentes. Inclusive, a prática é bem comum quando um atleta consegue dominar sua divisão. Dessa forma, Pettis preferiu enaltecer a postura de BJ Penn, que nunca se permitiu ficar confortável e encarou lutadores temidos em diversos pesos. Anthony até revelou que a bravura do compatriota lhe inspirou.

“Desci para o peso-pena, lutei nos meio-médios, lutei em todo lugar. É difícil dizer que é Khabib, porque ele não lutou contra todos. Ele ganhou o cinturão lutando contra Iaquinta. Iaquinta nem estava no ranking na época. Khabib lutou com alguns caras bons depois disso e depois se aposentou, então é difícil dizer que ele é o GOAT. Com certeza ele é um dos melhores, mas caras como BJ Penn, esse é um cara que, para mim, se ele não tivesse voltado e perdido algumas lutas, todos nós estaríamos falando de BJ como o GOAT, um dos primeiros”, declarou o ex-campeão do UFC, em entrevista ao site ‘LowKick MMA’.

Em seu auge, Anthony Pettis, de 35 anos, se notabilizou por ser um lutador talentoso, criativo e perigoso tanto na trocação, quanto no grappling. Tanto que ‘Showtime’ foi campeão do peso-leve do WEC e do UFC. Contudo, depois que perdeu o cinturão do Ultimate, o americano não conseguiu manter a regularidade no MMA. Agora, o atleta integra o PFL e também sofre para se encontrar na companhia. Seus principais triunfos no esporte foram sobre Ben Henderson (duas vezes), Charles ‘Do Bronx’, Donald Cerrone (duas vezes), Gilbert Melendez, Jeremy Stephens, Jim Miller, Joe Lauzon, Michael Chiesa e Stephen Thompson.

Mais em Notícias