Marlon é o número um d ranking dos galos – Natassia Del Frate

Após ver Dana White anunciar que Petr Yan e José Aldo vão lutar pelo cinturão vago do peso-galo (61 kg), Marlon Moraes agiu rápido e já adiantou contra quem pretende lutar dentro do octógono. Com as opções no topo da divisão todas com duelos marcados, o brasileiro pesou o fator histórico.

Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o atual número um do ranking da divisão chamou Dominick Cruz para um embate. Apesar do americano não integrar a parte de cima da classificação, Marlon ressaltou que ele é um ex-campeão e um cara de grande nome na categoria, por isso, o desafio.

“Tenho muito respeito por ele (Dominick). Na minha opinião, ele é um dos melhores de todos os tempos. O momento é perfeito. Ele acabou de perder em uma luta pelo cinturão. Todos querem enfrentá-lo. Eu pensei que eles o colocariam para enfrentar Aldo, mas ele está sem rival e falou que não quer se aposentar”, afirmou o brasileiro, antes de revelar que não liga para posição no ranking e o que move ele é a questão do entretenimento.

“Sou o número um (no ranking). Se eu vou arriscar esse posto, por que não contra ele? Torço para que ele aceite. Se ele não aceitar, vou enfrentar qualquer outro, mas espero que tope. É uma grande luta e colocaria quem vencer em uma boa posição. (…) Eu não dou a mínima para ranking. É o Dominick Cruz que está lá. Quero enfrentá-lo. Coloque a gente junto e vai ser um grande espetáculo. Vou lá para vencer”, completou.

Marlon Moraes possui 23 vitórias, seis derrotas e um empate em sua carreira no MMA profissional. No Ultimate, o brasileiro soma cinco triunfos e dois reveses. Já Dominick Cruz estreou no UFC em 2011 e só foi derrotado pela primeira vez em 2016, após uma sequência de cinco vitórias. Em janeiro daquele ano, o americano tirou o título de T.J. Dillashaw e conseguiu defendê-lo uma vez antes de perder seu posto para Garbrandt.