Siga-nos

GALERIAS

TOP 10: Relembre as maiores estrelas que deixaram o octógono do UFC em 2020

O fim da relação entre Anderson Silva e o UFC aconteceu em novembro, e foi conturbado. Depois de um longo período como campeão do peso-médio (84 kg), o brasileiro entrou em uma espiral negativa que começou com a derrota para Chris Weidman, contou com lesões, doping, derrotas consecutivas e acabou em uma divergência com Dana White. Aos 45 anos, Anderson ainda não se aposentou do MMA, mas após negociar sua saída do UFC sem fazer a última luta em seu contrato, o veterano viu outras organizações fecharem as portas para uma possível contratação. Por isso, o 'Spider' abre a lista dos astros que deram adeus ao UFC na temporada - Diego Ribas
Em agosto, o MMA deu adeus a um dos melhores lutadores de sua história. Ao atuar como analista de MMA, Daniel Cormier, aos poucos, diminuiu sua frequência no octógono e sua despedida do esporte aconteceu no UFC 252, na trilogia com Stipe Miocic, sem a presença do público. Em sua última dança no UFC, 'DC' tentou recuperar o cinturão do peso-pesado, mas foi derrotado por decisão unânime. No MMA, o americano foi campeão do GP dos pesados do Strikeforce, campeão do peso-meio-pesado (93 kg) do UFC e do peso-pesado da organização - Natassia del Fischer
Quando Abdulmanap Nurmagomedov faleceu, o futuro de Khabib no MMA ficou incerto, já que a relação do campeão do peso-leve (70 kg) do UFC com seu pai era ligada diretamente à prática esportiva. No UFC 254, evento realizado em outubro, isso ficou evidente. Após finalizar Justin Gaethje com um triângulo no segundo round, o russo, visivelmente emocionado, desabou no octógono e foi mais um a anunciar sua aposentadoria do esporte. Apesar da declaração de Khabib, Dana White ainda não desistiu da ideia de convencer o lutador a voltar ao esporte - Natassia del Fischer
Yoel Romero foi outro veterano que deu adeus ao UFC. No dia 4 de dezembro, o cubano foi desligado do evento e, dez dias depois, assinou com o Bellator. Mesmo em má fase, já que perdeu as ultimas três lutas que disputou, o cubano tem sua estreia na nova organização aguardada com expectativa pelos fãs. De acordo com Dana White, a saída so cubano se deu após ele recusar várias lutas que a organização propôs - Diego Ribas
Anthony Pettis surpreendeu o mundo do MMA ao anunciar seu desligamento do UFC. Após sua última apresentação no octógono, quando venceu a disputa, o ex-campeão dos leves (70 kg) revelou que não tinha mais contrato com o evento. Dias depois, o americano anunciou seu acerto com o evento PFL - Diego Ribas
Fabrício Werdum também deu adeus ao UFC este ano. Em sua última luta no contrato com a organização, o brasileiro enfrentou Alexander Gustafsson e o finalizou com uma chave-de-braço ainda no primeiro round. A vitória foi importante para o ex-campeão do peso-pesado recuperar sua imagem após ser derrotado por Aleksei Oleinik meses antes. Ao sair do UFC pela porta da frente, Werdum chegou a negociar com o Bellator para a realização da revanche contra Fedor Emelianenko, mas não houve acordo e o brasileiro assinou com o PFL - Natassia del Fischer
O MMA feminino também sofreu uma baixa em agosto. É bem verdade que Paige VanZant nunca esteve perto de disputar o cinturão seja do peso-palha (52 kg) ou do peso-mosca (57 kg) do UFC, mas a atleta é muito popular e isso foi importante para o seu desenvolvimento - o que também impulsionou as lutadoras que a derrotaram ao estrelato. Depois de tentar a sorte no MMA, Paige vai se aventurar no boxe sem luvas, já que assinou um contrato de quatro luvas com o Bare Knuckle - Natassia del Fischer
O UFC 249, realizado em maio, era para ser mais um evento de festa para Henry Cejudo, já que o atleta nocauteou Dominick Cruz no segundo round. Contudo, o até então campeão do peso-galo (61 kg) surpreendeu ao anunciar sua aposentadoria do esporte justamente na entrevista pós-luta, ainda no octógono, na presença de Dana White. Apesar do afastamento, o americano ainda costuma agir como número um do moscas e galos e desafia diversos atletas pelas redes sociais. Recentemente, Cejudo discutiu com o youtuber Jake Paul e o desafiou para uma luta de boxe - Diego Ribas
Quem também troocu o UFC pelo Bellator foi Anthony Johnson. É bem verdade que o americano estava aposentado desde 2017, mas, assim como muitos outros atletas, 'AJ' seguia treinando e flertava com um retorno ao próprio UFC. Ao saber do acordo do atleta com a organização rival, Dana White lamentou, pois admitiu ser fã do estilo do mesmo - Diego Ribas
Rogério 'Minotouro' fez o que pôde para prolongar sua carreira no MMA, mas ela chegou ao fim em julho, no 'UFC Ilha da Luta 3'. O veterano, de 44 anos, sofreu com as recorrentes lesões, passou por inúmeras cirurgias e os danos cobraram seu preço no octógono. O brasileiro estreou no MMA em 2001, marcou época no PRIDE FC e encerrou sua história no esporte ao enfrentar Maurício 'Shogun' pela terceira vez. Infelizmente, para Rogério, a trilogia com o rival não teve saldo positivo. Dessa vez, ele foi derrotado por decisão dividida e o resultado gerou discussão na comunidade do MMA - Natassia del Fischer

Mais Galerias