Siga-nos
Reprodução/Instagram

Eventos internacionais

PFL anuncia substituto para lutador preso por violência doméstica

Na última quinta-feira (1º), Johnny Case protagonizou um episódio polêmico em sua carreira e foi preso, em Las Vegas (EUA), acusado de violência doméstica. Dessa forma, ao tomar conhecimento do caso, o PFL cancelou sua participação no GP do peso-leve (70 kg), que tem início no dia 23 de abril, em New Jersey (EUA). Para a realização de seu primeiro evento em 2021, a organização definiu Alex Martinez como substituto do atleta.

De acordo com a imprensa especializada, a suposta vítima de Case no episódio foi sua namorada Emily Whitmire, atleta do UFC. Contudo, o lutador participou de uma audiência na sexta-feira (2) e foi liberado após o pagamento de fiança. Agora, o americano terá que ficar longe de problemas e também de Emily. Apesar de ter sido excluído do torneio pela organização, ainda não está claro se Case foi dispensado de seu contrato. Antes de ser removido, o profissional estava programado para enfrentar Loik Radzhabov.

Johnny Case é um veterano do MMA e possui passagens por organizações conhecidas do esporte. O americano integrou o UFC no período entre 2014 e 2017, passou pelo PFL e também pelo Rizin. Sem atuar desde 2019, o lutador assinou novamente com a ‘Professional Fighters League’, porém seu futuro na companhia é incerto. Em sua carreira, o atleta disputou 35 lutas, venceu 27, perdeu sete e empatou uma vez.

Mais em Eventos internacionais