Siga-nos
Arquivo Pessoal

Eventos internacionais

Natan Schulte revela incômodo por enfrentar amigo no PFL: “Decisão difícil”

Depois de ser surpreendido por Marcin Held e sair derrotado na primeira rodada da temporada 2021 do torneio peso-leve (70 kg) do PFL, Natan Schulte precisa se recuperar e conquistar uma boa vitória em sua próxima luta. Para isso, o brasileiro terá que passar por cima de uma situação desagradável.

Originalmente escalado para enfrentar Mikhail Odintsov na próxima quinta-feira (10), pela segunda rodada da temporada regular do PFL 2021, o catarinense viu seu adversário ser trocado de última hora e agora enfrentará o compatriota Raush Manfio. O problema é que o novo oponente é companheiro de treinos de Schulte na ‘American Top Team’, além de ambos nutrirem uma relação de amizade.

Em conversa com a imprensa durante o media day do ‘PFL 4’, Natan deixou claro seu incômodo com o fato de ter que enfrentar seu amigo dentro do cage, especialmente considerando a importância do duelo para sua continuidade no torneio. Vale lembrar que, com a inesperada derrota na primeira rodada, o peso-leve se vê obrigado a conquistar uma boa pontuação – preferencialmente com uma vitória pela via rápida – para ter a oportunidade de disputar os playoffs e defender o título da competição, vencida por ele nas duas últimas edições.

“Eu deveria lutar contra o outro cara da Rússia (Odintsov), eu não sei o que aconteceu com ele, mas agora eu vou lutar contra meu amigo, Raush Manfio. Essa é uma decisão muito difícil para mim porque eu treino com ele há muito, muito tempo. Raush é meu bom amigo, e nós treinamos juntos desde 2013, e ele é um bom amigo. Eu fiz todo meu camp treinando com ele, e lutar com ele foi uma decisão muito difícil para mim. Não é normal enfrentar seu melhor amigo. Essa foi uma decisão muito difícil para mim, para ele, mas as coisas são como são”, lamentou Natan Schulte, de acordo com transcrição do site ‘MMA Junkie’.

Bicampeão do torneio peso-leve do PFL, Natan Schulte soma 20 vitórias, quatro derrotas e um empate em seu cartel profissional no MMA. Por sua vez, Raush Manfio, adversário do catarinense nesta quinta-feira, possui 12 triunfos e três reveses. Ao contrário do companheiro de equipe, Raush superou seu oponente no primeiro compromisso da temporada, na decisão dividida dos juízes, e se encontra em melhor posição na corrida por uma vaga nos playoffs.

Mais em Eventos internacionais