Siga-nos
Louis Grasse / PX Images

Entrevistas

Makhachev aprova possível luta com Ferguson para resolver pendência de Khabib

No último sábado (17), Islam Makhachev confirmou sua grande fase ao finalizar Thiago Moisés, na luta principal do UFC Vegas 31. Agora o russo possui oito triunfos seguidos na liga e deve se aproximar da parte de cima do ranking do peso-leve (70 kg). Por isso, sem perder tempo, o lutador já adiantou já olha para os rivais que teria pela frente.

Embora destaque sua preferência para encarar Rafael dos Anjos e Michael Chandler, Makhachev não se opõe para um combate diante de Tony Ferguson. O nome do americano foi citado pela sua história com Khabib Nurmagomedov, parceiro de treinos e amigo de Islam, já que ambos estiveram perto de lutar em diversas ocasiões no Ultimate, mas o combate não saiu do papel. Portanto, o lutador abriu as portas para resolver essa pendência com ‘El Cucuy’ e não perdeu a chance de provocá-lo.

“Se eles me dessem uma escolha, vamos fazer isso com Tony, porque temos uma boa história com ele. Khabib deveria lutar com ele umas cinco, seis vezes. Vamos terminar isso. Eu vou terminar isso. Vou mostrar que Tony não está no mesmo nível de Khabib. As pessoas não entendem como Khabib pressiona. Não posso explicar para vocês”, disse o lutador, em coletiva de imprensa após o show.

Desde que engatou essa sequência de triunfos, Makhachev já foi comparado com Khabib, por treinar junto do ex-campeão dos leves e possuir um mesmo estilo. O próprio Nurmagomedov fez coro a essa situação e apontou seu compatriota como futuro campeão da divisão, o que deixou Islam lisonjeado.

“Se alguém disser que sou quase igual a Khabib, concordo com isso. Eu quero ser como Khabib. Ele é um grande homem, é campeão, tem muito dinheiro e tem de tudo, mas ainda é um cara humilde”, completou o peso-leve.

Islam Makhachev, número nove no ranking do peso-leve, é apontado como o sucessor de Khabib Nurmagomedov, seu parceiro de treino, na liga. Em 21 lutas disputadas em sua carreira na modalidade desde 2010, o russo saiu vencedor em 20 oportunidades, sendo derrotado apenas pelo brasileiro Adriano Martins, por nocaute, em 2015, em sua segunda apresentação no UFC, onde atualmente acumula oito triunfos seguidos.

Mais em Entrevistas