Siga-nos
exclusivo!
Bellator/Divulgação

Entrevistas

Juliana Velasquez prega humildade para manter cinturão do Bellator

Se a antiga geração do Brasil marcou época no UFC, agora, os representantes da atual, praticamente, dominam o Bellator. Das nove categorias que a organização possui, cinco são lideradas pelos atletas do país e Juliana Velasquez é a mais nova profissional a alcançar a glória pela companhia. No dia 10 de dezembro, a carioca superou Ilima-Lei Macfarlane por decisão unânime, acabou com a invencibilidade da adversária, faturou o cinturão do peso-mosca (57 kg) e, consequentemente, se tornou a segunda profissional a ter esse título na história da empresa. Contudo, se engana quem pensa que o sucesso subiu à cabeça da mais recente número um da instituição.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight, Juliana mostrou que segue com os pés no chão após obter a vitória mais importante de sua carreira. A campeã do peso-mosca do Bellator comemorou a conquista e prometeu treinar ainda mais para ter um longo reinado na organização, já que virou alvo das demais competidoras. Invicta no MMA, a carioca revelou que sempre exigiu muito de si e não escondeu a empolgação quanto ao seu futuro no esporte. Inclusive, Juliana destacou que seu atual objetivo na modalidade é continuar surpreendendo, assim como na temporada passada.

“Foi um trabalho árduo, de longo prazo. Demorou, mas o importante é que chegou. Vou ter que treinar o triplo do que eu já treinava. Eu me cobrava muito e hoje vou me cobrar ainda mais para melhorar o chão, a trocação. Tenho que melhorar muito ainda e evoluir cada vez mais rápido, porque deixei de ser a caçadora e virei a caça. A dedicação agora é redobrada. Meu foco em 2021 é treinar mais do que eu já treinava, melhorar os meus pontos negativos e defender meu cinturão com unhas e dentes. Minha meta é melhorar os pontos fracos para que na próxima luta eu consiga sobressair neles, não ficar só no que sou boa. Quero mostrar que tenho outras armas. Minha meta em 2021 é essa: surpreender e vou fazer de tudo para isso”, declarou Juliana.

Juliana Velasquez, de 34 anos, vive excelente fase no MMA. A brasileira estreou no esporte em 2014, disputou 11 lutas e venceu todas. A nova campeã do peso-mosca do Bellator iniciou sua trajetória na organização em 2017, superou seis adversárias, e, agora, se encontra no mesmo patamar dos compatriotas Cris ‘Cyborg’, Douglas Lima e Patrício ‘Pitbull’.

Mais em Entrevistas