Siga-nos
exclusivo!
Louis Grasse/PxImages

Entrevistas

‘Durinho’ aconselha ‘Do Bronx’ a recusar luta contra Makhachev na ‘casa’ do rival

O cenário do peso-leve (70 kg) do UFC segue indefinido e o cinturão vago. Em maio, no Arizona (EUA), Charles Oliveira apresentou problemas com a balança para enfrentar Justin Gaethje e, assim,  a organização retirou o título do lutador. Como ‘Do Bronx’ finalizou o americano no primeiro round, Dana White anunciou que o mesmo conquistou o direito de pleitear o status de campeão da categoria novamente na sequência e deu a entender que Islam Makhachev deve ser seu adversário. Na torcida pelo brasileiro, Gilbert Burns o aconselhou.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight na cerimônia de introdução dos novos membros do ‘Hall da Fama’ do UFC, ‘Durinho’ não esconde a felicidade em ver seu compatriota em posição de destaque na maior organização de MMA do mundo depois de sofrer tanto em sua caminhada de quase 12 anos nela. Após dominar Tony Ferguson, nocautear Michael Chandler e finalizar Dustin Poirier e Justin Gaethje, em sequência, o brasileiro pode ter pela frente Makhachev que, assim como ele, vive grande fase no peso-leve. Se de um lado ‘Do Bronx’ possui 11 vitórias seguidas na categoria, do outro, o russo está com dez triunfos consecutivos.

Dono da quarta posição no ranking do peso-leve do UFC, Makhachev, também conta com o apoio de Daniel Cormier e Khabib Nurmagomedov para disputar o título da divisão. Inclusive, a dupla de ex-campeões da companhia e agora integrantes do ‘Hall da Fama’ pede para que a possível luta com Charles pelo cinturão da categoria seja realizada em Abu Dhabi (EAU). Sendo assim, ‘Durinho’ – que possui boa relação com ‘Do Bronx’ e compartilha o mesmo empresário (Ali Abdelaziz) com o russo – ressalta que atuar em território inimigo não é uma escolha sábia para este tipo de duelo.

“Fiquei feliz para caramba pelo Charles. O campeão tem nome e é o Charles, não tem essa. Se sou ele, não vou nem falar isso, porque o Ali (Abdelaziz) está perto, mas, se sou ele, não vou lá para Abu Dhabi defender não. O cara tem que vir até mim”, declarou o brasileiro.

Além de Islam Makhachev, outros lutadores que podem disputar o título do peso-leve do UFC com Charles Oliveira são Conor McGregor e Alexander Volkanovski. O brasileiro não esconde que ‘Notorious’ é a luta dos seus sonhos no MMA. Já o australiano, campeão do peso-pena (66 kg), tem a autorização de Dana White para subir de categoria na tentativa de conquistar o segundo cinturão diferente na companhia, caso vença Max Holloway pela terceira vez neste sábado (2), na edição de número 276.

Mais em Entrevistas