Siga-nos

Entrevistas

‘Do Bronx’ vibra com atual momento no UFC e manda recado para os concorrentes

Em sua última aparição no octógono, Charles Oliveira chocou o mundo dos esportes de combate. No UFC 262, show que aconteceu em maio, em Houston (EUA),’Do Bronx’ nocauteou Michael Chandler e se tornou campeão do peso-leve (70 kg) da companhia. Presente na edição de número 264, realizada em Las Vegas (EUA), no último sábado (10), o paulista viu de perto Dustin Poirier encerrar a trilogia com Conor McGregor em vantagem e mandou um recado ao provável desafiante ao seu cinturão.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight (veja acima ou clique aqui), ‘Do Bronx’ abraçou o desafio e admitiu que a possível luta contra Poirier será um grande obstáculo, mas, ao mesmo tempo, sinalizou que o mesmo vale para o americano, uma vez que vai enfrentá-lo em seu melhor momento no esporte. Para o aguardado encontro, o brasileiro garantiu estar preparado para superar outro grande nome do peso-leve e disposto a marcar época na categoria.

“Sou um novo Charles, uma nova mentalidade, um novo lutador. Se querem ver show, me coloquem para lutar. Se for para falar, deixo para os caras. Enquanto eles ficam falando, eu fico treinando. Estou tranquilo, com a cabeça no lugar, focadão, esperando esta oportunidade gigantesca. Vamos para cima. No final do ano, será um grande show”, profetizou o campeão do peso-leve do UFC.

Prestes a completar 11 anos no UFC, Charles mudou de patamar na companhia e, consequentemente, em sua vida pessoal. Agora, o brasileiro não é visto apenas como promessa do esporte e sim como campeão da maior organização de MMA do mundo.

Mesmo assim, tal status não deslumbra o lutador, que mostrou ter consciência de que o sucesso na modalidade demora, mas o fracasso pode acontecer de forma rápida. De acordo com o paulista, seu passado de origem humilde é importante para fazer com que permaneça com os pés no chão quanto ao seu futuro.

“Estou feliz, com patrocinadores vindo, fãs vindo, não só no Brasil, mas no mundo inteiro. A gente desce do avião nos Estados Unidos e é uma loucura para andar. É muita gente em cima, mas estou muito feliz, vivendo este momento. Sonhei com isso, então estou curtindo bater foto, dar entrevista, autógrafo. É muito legal. Minha vida mudou 100%”, comemorou ‘Do Bronx’, antes de completar.

“Eu vivi dentro de uma comunidade, vou fazer 11 anos no UFC e nunca gastei comigo. Não tinha condições. Agora posso. Não tenho para esbanjar, mas tenho para me sentir bem. Estou aqui e vestir uma roupa legal, roubar a cena me deixa bem feliz. É muita gente batendo foto e estou curtindo este hype. Se eu parar em um lugar, faz fila. Tenho a cabeça no lugar e mantenho os pés no chão”, concluiu.

Charles Oliveira, de 31 anos, vive momento mágico no MMA. Conhecido no esporte pelo jiu-jitsu de alto nível, o brasileiro mostrou que sua trocação também está afiada e representa uma ameaça aos oponentes. Agora, ‘Do Bronx’ possui nove triunfos seguidos, sendo cinco por finalização e três por nocaute. Além disso, o campeão do peso-leve do UFC é o recordista de finalizações na história da companhia (14 vezes) e o lutador que mais venceu pela via rápida (17). Seu cartel profissional é composto por 31 vitórias, sendo 28 pela via rápida, e oito derrotas.

Mais em Entrevistas