Siga-nos

Entrevistas

Denise Gomes destaca apoio da equipe na conquista do contrato com o UFC

Na noite de terça-feira (23), Denise Gomes subiu no cage do ‘Contender Series’ em busca do tão sonhado contrato com o UFC e, com uma vitória sobre a compatriota Rayanne dos Santos, conseguiu sua vaga no principal evento de MMA do mundo. Mesmo a muitos quilômetros de distância da sua terra natal, a carioca lutou praticamente ‘em casa’, graças ao apoio incessante dos membros de sua equipe que estavam presentes no Apex, em Las Vegas (EUA).

Promessa da ‘PRVT’, equipe liderada por Gilliard Paraná, Denise contou com a presença, além de seu treinador, das suas companheiras de treino Jéssica ‘Bate-Estaca’ e Karol Rosa, ambas atletas de destaque no UFC, a última sua esposa. Com o ginásio vazio, como ocorre costumeiramente nas edições do ‘Contender Series’, a carioca pôde ouvir claramente não só as instruções de seu corner, como também de suas parceiras de time, o que, de acordo com a jovem lutadora de 22 anos, fez a diferença na sua performance.

“Faz (a diferença). Deu para ouvir todo mundo que estava gritando. Eu consegui entender a voz de cada um, o comando de cada um. Eu não sei o que acontece, mas eu consigo distinguir a voz de cada um, do mestre (Paraná), a Karol (Rosa) gritou uma hora muito alto: ‘Olha a guarda’. E eu já lembrei da minha guarda. Então, dá uma energia surreal no coração”, destacou Denise, em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight (clique aqui).

Com a mudança de Gilliard Paraná para Las Vegas, Denise foi uma das lutadoras – ao lado de ‘Bate-Estaca’, Karol, Maria de Oliveira – que acompanhou o treinador e a decisão não poderia ter sido mais acertada. Além de aproximá-la de uma chance de lutar por um contrato com o UFC, a jovem promessa faz questão de exaltar a possibilidade de aprender diariamente com as companheiras de equipe mais experientes durante os treinos, algo que pode ajudar nos seus primeiros passos no maior evento do mundo.

“Pela experiência que elas têm, a confiança que elas têm, e tudo que elas transmitem para mim, eu estou amadurecendo muito com elas. Estou me tornando uma grande lutadora, assim como elas. Isso está fazendo uma grande diferença na minha carreira. Acho que a gente ainda tem muita coisa para mostrar”, afirmou a atleta.

Aos 22 anos, Denise Gomes soma seis vitórias, quatro por nocaute, e apenas uma derrota em seu cartel no MMA profissional, onde começou a competir em 2017. Seu único revés veio na sua estreia na modalidade, diante de Gisele Moreira. A peso-palha (52 kg) chega ao UFC para seguir os passos de sua companheira de equipe Jéssica ‘Bate-Estaca’, que foi campeã desta categoria e segue entre as principais atletas do ranking.

Mais em Entrevistas