Siga-nos
exclusivo!
Diego Ribas/PxImages

Entrevistas

De inspiração a rival! Glorinha de Paula revela sonho de enfrentar Joanna Jedrzejczyk

Credenciada por uma bela apresentação na vitória por decisão unânime dos juízes sobre Pauline Macias, no último episódio da quarta temporada do programa Contender Series, que lhe garantiu um contrato com o UFC, Glória de Paula chega à principal organização de MMA do planeta cercada de expectativas e objetivos. Entre eles, a peso-palha (52 kg) destacou – em entrevista exclusiva à reportagem da Ag Fight – o desejo de medir forças no futuro com a lutadora que serve como inspiração desde o início de sua carreira: a polonesa Joanna Jedrzejczyk.

Basta assistir a um combate de ‘Glorinha’, como é conhecida, para entender os motivos que levaram a brasileira a se espelhar na ex-campeã peso-palha do UFC. Oriunda do muay thai, assim como Joanna, a paulista tem na trocação afiada a sua principal arma no MMA. O biotipo mais alto e longilíneo, em comparação com outras atletas da categoria, também une a lutadora da equipe ‘Chute Boxe São Paulo’ e a estrela europeia.

A admiração pela ex-campeã, no entanto, não inibe a brasileira. Agora rivais na mesma categoria da principal liga de MMA do mundo, Glorinha torce para que um dia possa dividir o octógono com Joanna e, quem sabe, mostrar a todos que não só se espelhou na polonesa, mas também a superou no processo de evolução.

“O peso-palha tem um altíssimo nível. E eu estou chegando na categoria para mostrar que sou completa. Eu quero mostrar a minha técnica e agressividade lá dentro, e buscar sempre dar um show. O top 5 da categoria é muito forte. Eu vou trabalhar muito e espero chegar à altura de poder lutar com todas essas meninas. Uma luta que eu espero é contra a Joanna (Jedrzejczyk). Eu sou muito fã dela, gosto do estilo dela e, com certeza, a gente faria uma excelente luta, uma guerra de muay thai”, revelou Glorinha, antes de explicar a admiração pela polonesa.

“Assisti a primeira luta dela no UFC, contra a Juliana Lima. Nessa época, eu só treinava muay thai e vi ela aplicando um muay thai lindo naquela luta, então fiquei muito empolgada. A partir daí, passei a acompanhar todas as lutas dela e, quando decidi migrar para o MMA, sabia que era aquele estilo de jogo que eu queria pra mim”, contou.

Entretanto, antes de pensar em um possível confronto com a polonesa, Glória tem um longo caminho pela frente, e uma vitória logo na estreia, sobre Jinh Yu Frey, no dia 13 de março, pode encurtar essa distância. Para isso, a peso-palha conta com o auxílio da experiência do seu treinador, Diego Lima, e dos companheiros de equipe na ‘Chute Boxe SP’, alguns deles já consolidados entre os principais nomes de suas categorias no UFC, como Charles ‘Do Bronx’, Thomas Almeida e Mayra ‘Sheetara’ Bueno, namorada de Glorinha.

Outro fato que pode facilitar a vida da lutadora paulista no seu debute pelo Ultimate é o fato de sua adversária chegar para o confronto pressionada. Ex-campeã peso-átomo do Invicta FC, Yu Frey ainda não sentiu o sabor da vitória no octógono mais famoso do mundo. Em suas duas apresentações até o momento, a americana de ascendência coreana foi derrotada em ambas as ocasiões, o que pode pesar no seu desempenho diante da brasileira.

“Eu tenho uma equipe fantástica comigo. Na real, a Chute Boxe é muito mais do que uma equipe, é uma família de verdade. Todo mundo fortalecendo todo mundo. Todos eles falam para eu acreditar muito no meu trabalho, para ir lá e soltar o jogo. E é isso que eu sempre faço. Acredito no meu jogo, busco sempre dar um show e honrar a nossa bandeira”, exaltou Glorinha, antes de comentar sobre a má fase da rival.

“Eu não me importo que ela esteja vindo de resultados negativos. Eu espero que ela venha na melhor versão, que ela entre agressiva, porque é isso que eu vou fazer. Espero que a gente dê um show e espero fazer a Luta da Noite”, concluiu.

Aos 25 anos, Glória de Paula chega ao UFC com cinco vitórias, sendo três por nocaute, e duas derrotas em sua curta carreira no MMA profissional. A peso-palha conquistou uma vaga no Ultimate ao derrotar de forma contundente Pauline Macias, amiga e companheira de treinos de Ronda Rousey, em novembro do ano passado, pelo último capítulo da quarta temporada do programa ‘Contender Series’.

Mais em Entrevistas