Apesar de ter cogitado sua aposentadoria logo após ouvir a proclamação de sua derrota para Dan Hooker no UFC Nova Zelândia, em fevereiro deste ano, Paul Felder ainda não pendurou as luvas de forma definitiva. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, o veterano confirmou que pretende seguir com sua carreira no MMA, mas deixou claro que seu retorno ao octógono no futuro próximo depende do adversário que será oferecido a ele pelo Ultimate.

Enquanto não agenda seu próximo compromisso no octógono, Felder aproveita o tempo de descanso com a família, algo que sentia necessidade depois de alguns camps em sequência, o que acabou o afastando do lar. Sem pressa para voltar a lutar, o peso-leve (70 kg) mira um desafio que o motive a abandonar o período sabático e passar pelas provações de uma fase de treinamentos bem feita.

“Estou me colocando no banco por um momento. Eu acho que essa é a forma como eu consideraria isso. Eu apenas precisava de um descanso, cara. Aquela luta na Nova Zelândia foi dura. Eu coloco minha alma nesses camps de preparação, não seguro nada. (…) Foi tão apertada, e seu coração se quebra com uma decisão (dos juízes). Não estou chorando sobre isso. Eu apenas precisava de um tempo. Eu estive fora por um longo tempo, apenas queria ficar em casa por um momento”, explicou Felder, antes de revelar qual tipo de luta o interessa para sua volta aos octógonos.

“Para ser completamente honesto, eu tenho passado por muita coisa. Eu estou ocupado, estou comprando uma casa. Não estou com pressa para voltar para algo que não vai me empolgar. Eu preciso que a próxima luta seja algo que me assuste e me leve a treinar, que me motive e me dê uma razão para ir embora por oito, nove ou dez semanas e colocar meu corpo por tudo que ele passa. (…) Eu não vou apressar minha volta para o cage a não ser que seja algo muito empolgante”, finalizou.

Aos 35 anos, Paul Felder compete no MMA profissional desde 2011 e soma 17 vitórias e cinco derrotas em seu cartel. Ultimamente, o lutador tem atuado também como comentarista em alguns eventos do UFC, carreira que pode seguir depois que se aposentar do esporte definitivamente.