Rafael Dos Anjos é ex-campeão peso-leve do Ultimatte -Diego Ribas

Sem lutar desde janeiro deste ano, Rafael Dos Anjos não vê o momento de poder atuar novamente e apagar o último revés, sofrido diante de Michael Chiesa. Por isso, o ex-campeão peso-leve (70 kg), destacou que está à disposição do Ultimate para integrar os recentes cards que a organização planeja. Com as mudanças provocadas pela pandemia do coronavírus, o brasileiro tem consciência que a franquia vai precisar de atletas, e que morem nos Estados Unidos. Dessa maneira, o lutador já adiantou que está pronto para qualquer desafio que vier pela frente.

Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’, o atleta revelou que, mesmo na quarentena, tem se mantido em forma e treinando, principalmente de olho em pegar alguma luta de última hora, caso seja convocado. Além disso, Rafael admitiu que já trocou mensagens com o presidente da liga, Dana White e se disponibilizou para entrar em algum evento nesses próximos meses.

“Eu sei que não estou em posição de chamar ninguém agora, mas estou em forma. Nesses tempos de loucura, o UFC pode estar passando por um momento difícil, e eu apenas joguei meu nome por aí, e depois mandei uma mensagem para Dana e disse a ele se ele precisasse de mim… Se ele precisar, estarei pronto para ajudar a empresa, como sempre. Já avisei ao Dana que posso pular para lutar com alguém dos meio-médios. Estou em forma, estou treinando e, se a oportunidade surgir, estarei pronto”, afirmou o brasileiro.

Ainda no aguardo de um futuro chamado, Dos Anjos elegeu quem gostaria de enfrentar na sequência. Um nome que agrada o niteroiense é o de Stephen Thompson, atual número cinco da categoria dos meio-médios (77 kg). Além dele, Rafael estaria aberto a conceder uma revanche.

“Acho que eu e Stephen Thompson, chegamos perto de lutar algumas vezes, e esse será um nome, mas eu sou bastante aberto. Como sempre, nunca escolho minhas lutas e, portanto, estarei bem aberto para lutar com alguém. Outra luta que faz sentido é Anthony Pettis. Eu peguei o título dele e, depois que ele venceu Stephen Thompson, ele chamou meu nome, e seria uma luta em que eu estaria aberto”, completou.

Campeão peso-leve do UFC entre março de 2015 e julho de 2016, Rafael dos Anjos subiu para os meio-médios – onde compete desde junho de 2017 – justamente para minimizar o desgaste do corte de peso na categoria de baixo. Após iniciar sua trajetória na nova divisão de forma promissora, com três triunfos consecutivos que o levaram à disputa do cinturão interino até 77 kg contra Colby Covington, o niteroiense acumula quatro derrotas e apenas uma vitória em suas últimas cinco apresentações no octógono mais famoso do planeta.