Após o inglês Alfie Davis relatar que foi atingido por Jorge Kanella “bem na terra de ninguém” durante um dos confrontos do evento que o Bellator promoveu no último sábado (22), em Londres (ING), o brasileiro resolveu se defender. Em entrevista ao site ‘MMA Fighting’, o lutador pernambucano garantiu que não atingiu a região e, por conta disso, analisou como injusta a punição do árbitro de lhe retirar um ponto.

Durante a entrevista, Jorge – que perdeu por decisão unânime – ressaltou que chutou apenas as nádegas do rival. No entanto, em vídeo divulgado pelo Bellator no Twitter (veja abaixo ou clique aqui), é possível observar que o chute do brasileiro parece realmente ter atingido a região descrita por Davis. Deste modo, tudo leva a crer que o árbitro Kevin MacDonald agiu de maneira correta, já que este tipo de golpe é ilegal.

“Eu chutei sua bunda e isso é normal. Isso não é ilegal. Se você assistir ao vídeo, eu não o chutei onde ele diz que foi. Assista ao vídeo, eu chutei as nádegas. Ele estava fingindo para conseguir deduzir um ponto e funcionou. (…) A decisão dos juízes foi injusta, mas o que posso fazer? É sempre a mesma coisa quando você está lutando em território inimigo. Eles são sempre tendenciosos. Eu sabia que só ganharia se conseguisse o nocaute ou a finalização”, lamentou.

Com o triunfo sobre o brasileiro, Davis chegou a 12 vitórias em 15 lutas na carreira profissional como atleta de MMA. Já Kanella igualou o seu cartel em oito resultados positivos e oito negativos. Essa foi a quarta derrota de Jorge nas últimas cinco lutas.