Siga-nos

Boxe

Mike Tyson contraria dirigente e promete buscar nocaute contra Roy Jones Jr

Aparentemente, o discurso de Andy Foster, diretor executivo da Comissão Atlética do Estado da Califórnia – entidade responsável por regular a superluta entre Mike Tyson e Roy Jones Jr, marcada para o dia 12 de setembro -, não foi bem recebido por ‘Iron Mike’. Recentemente, o dirigente deixou claro, através da imprensa, que o duelo entre os veteranos pugilistas seria disputado em formato de exibição, como um leve treinamento de sparring, sem que ambos buscassem o nocaute.

Contrariando as palavras do cartola, Mike Tyson destacou – em entrevista ao site ‘TMZ Sports’ – que sempre estará à procura do nocaute quando estiver em um ringue de boxe. Sobre a preocupação demonstrada por diversas pessoas do meio quanto à segurança, especialmente pela idade avançada dos dois veteranos, o ex-campeão mundial minimizou o assunto e ressaltou que ambos sabem se cuidar pela experiência adquirida em todos os anos dedicados à nobre arte.

“Se a oportunidade vier, eu estou sempre procurando por isso (nocaute). Isso é busca e destruição, e eu estou ansioso para recapturar minha glória”, declarou Mike Tyson, antes de abordar a preocupação quanto à segurança.

“Nós dois somos profissionais. Nós sabemos como nos cuidar e o que acontecer, aconteceu. O jogo da luta é o que eu estou dentro e machucar as pessoas é o que eu sei”, concluiu o ex-campeão.

Sem competir desde 2005, Tyson acumula cartel com 50 vitórias, sendo 44 por nocaute, e seis derrotas. Por sua vez, Roy Jones, três anos mais novo, carrega currículo com 66 vitórias, sendo 47 por nocaute, e nove reveses nos ringues profissionais. Com títulos mundiais em cinco diferentes divisões de peso, o medalha de prata nos Jogos Olímpicos de 1988 se apresentou pela última vez em 2018 com vitória sobre Scott Sigmon.

Mais em Boxe