Siga-nos
Reprodução

Boxe

Julio Cesar Chavez sugere que filho se aposente após derrota para Anderson Silva

Realizado no último sábado (19), em Guadalajara (MEX), o evento ‘Tribute To The Kings’ (Tributo aos Reis) foi idealizado para servir como uma espécie de grande homenagem ao ex-campeão mundial de boxe Julio Cesar Chavez e sua família. Porém, a derrota, até certo ponto surpreendente, de seu filho, Chavez Jr, para o brasileiro Anderson Silva, ex-campeão do UFC, na co-atração principal da noite, fez com que a lenda da nobre arte deixasse o show em tributo à sua carreira bastante contrariado.

Também ex-campeão mundial de boxe e com 52 vitórias no seu cartel profissional, Chavez Jr – que já havia falhado na balança na véspera do confronto – foi claramente superado dentro do ringue por Anderson, apesar da decisão dividida apontada pelos juízes laterais.

Apesar da histórica carreira construída no MMA, o brasileiro chegou para o duelo com pouca experiência na nobre arte, tendo feito apenas duas lutas anteriormente, sendo a mais recente há mais de 15 anos. Todos esses fatores inflamaram o patriarca da família Chavez, que sugeriu que talvez seja a hora do herdeiro pendurar as luvas.

“Eu prefiro que eles (filhos) se aposentem se eles não vão se preparar corretamente. Eles não se prepararam da melhor forma possível para lutar”, disparou Chavez, de acordo com o site ‘BoxingScene.com’, citando também seu outro filho, Omar Chavez.

Vale lembrar que, assim como Chavez Jr, o filho mais novo da lenda do boxe também se apresentou no card do ‘Tributo aos Reis’. E o resultado também não foi o mais satisfatório para o clã. Omar acabou derrotado por Ramon Alvarez, irmão do campeão mundial ‘Canelo’ Alvarez, na decisão unânime dos juízes.

Mais em Boxe