Siga-nos
Diego Ribas/PxImages

Boxe

Conor McGregor indica que luta de boxe com Pacquiao vai acontecer em 2021

Recentemente, Dana White pediu para Conor McGregor focar em sua carreira no UFC e esquecer possíveis aventuras no boxe, mas obteve uma resposta contrária. O próximo compromisso do astro irlandês será a revanche contra Dustin Poirier no ‘main event’ da edição de número 257, atração que lidera o card do dia 23 de janeiro, na ‘Ilha da Luta’, em Abu Dhabi (EAU), mas isso não o impede de planejar seu futuro nos esportes de combate. Como Manny Pacquiao citou seu nome como possível adversário, o ex-campeão do peso-pena (66 kg) e do peso-leve (70 kg) da organização aproveitou a oportunidade e não descartou enfrentar a lenda dos ringues.

Em entrevista ao site ‘The Mac Life’, McGregor, que já declarou mais de uma vez que planeja novas aventuras no boxe, se colocou à disposição para enfrentar Pacquiao. O ex-campeão do UFC foi além e praticamente confirmou que a luta vai acontecer na atual temporada. Vale lembrar que o rumor que aponta um encontro entre o boxeador e o profissional de MMA existe há tempos. Ao tomar conhecimento que Mauricio Sulaiman, presidente da WBC (Conselho Mundial de Boxe), o indicou como possível desafiante ao cinturão, o astro irlandês agradeceu e garantiu que vai conquistar títulos da modalidade no futuro.

“Sei que as negociações estão se intensificando neste ano. Estou animado para lutar contra Pacquiao e parece que isso vai acontecer este ano. Quando neste ano? Não tenho certeza. Vamos ter que discutir bem com Dana e com o pessoal depois do UFC 257 e ver para onde isso vai, o que existe e o que queremos. Estou aberto a tudo. Estou pronto para tudo. Agradeço os comentários de Sulaiman e certamente alcançarei um título mundial de boxe antes de me aposentar. Eu ficaria muito animado em fazer isso contra Emmanuel Pacquiao”, informou McGregor.

Conor McGregor, de 32 anos, é o principal nome do UFC e possui uma legião de fãs no esporte. O astro irlandês estrou na organização em 2013, se transformou em um fenômeno e conquistou o cinturão do peso-pena e do peso-leve. Suas vitórias mais marcantes foram diante de Chad Mendes, Donald Cerrone, Dustin Poirier, Eddie Alvarez, José Aldo, Max Holloway e Nate Diaz. Atualmente, o atleta ocupa a quarta posição no ranking dos leves.

Mais em Boxe