Siga-nos
Divulgação/Bellator

Bellator

‘Pitbull’ explica motivo da confusão com McKee e promete aplicar surra no rival

Por pouco, a final do GP do peso-pena (66 kg) do Bellator não teve início dois dias antes da programação oficial. Neste sábado (31), na Califória, AJ McKee e Patrício ‘Pitbull’ se enfrentam na edição de número 263 da companhia para definir o campeão do torneio, com o título da categoria e um milhão de dólares (cerca de R$ 5 milhões) em jogo. Contudo, os protagonistas da atração esquentaram ainda mais o clima para o confronto na coletiva de imprensa pré-show, realizada na última quinta-feira (29).

Na atração, os finalistas do GP do peso-pena voltaram a se se provocar, se estranharam e discutiram. A confusão foi tão feia que, após o ocorrido, ‘Pitbull’ e McKee não realizaram a tão esperada encarada oficial. Em entrevista ao site ‘MMA Junkie’ após o ocorrido no pré-Bellator 263, Patrício explicou como se iniciou a briga.

De acordo com ‘Pitbull’, campeão do peso-pena e do peso-leve (70 kg), AJ e seu pai, Antonio McKee, fizeram graves acusações e foram desrespeitosos com sua família. Em uma das polêmicas, o ex-lutador acusou o brasileiro de utilizar substâncias proibidas, questionando seu legado no MMA. Irritado com a postura da equipe rival, a lenda do Bellator lembrou do que aconteceu com Michael Chandler, outro que também utilizou um ‘trash talk’ pesado.

“As coisas pioraram quando ele começou a falar m**** sobre respeito. Todos sabem que seu pai dizia à mídia que eu usava substâncias proibidas. Depois disso, ele disse algo sobre como iria me bater na frente da minha família. Vou fazer com que ele mostre algum respeito por eles. O último que falou m**** assim, acabei com ele em menos de um minuto. Agora, ele merece a mesma coisa”, declarou ‘Pitbull’, antes de disparar contra o pai do rival.

“Não sei, ele tem 60 anos. Ele é mais forte do que eu, então ele usa substâncias proibidas também? Eu não sei o que ele quer. Eu tenho 34 anos. F***-se, cara. Não tenho 40 ou 60 anos. Sou um competidor e ainda um pouco gordo. Ele tem medo do que vai acontecer. Vou surrar”, concluiu.

Patrício ‘Pitbull’, de 33 anos, é um nome histórico do Bellator e também é considerado por parte dos fãs e da imprensa especializada um dos lutadores mais temidos fora do UFC. O brasileiro atua pela organização desde 2010 e é dono do cinturão do peso-pena e do peso-leve. Os maiores triunfos do número um da companhia foram diante de Daniel Straus (três vezes), Juan Archuleta, Michael Chandler e Pat Curran.

AJ McKee, de 26 anos, é filho do veterano Antonio McKee, ex-lutador de MMA, e, mesmo com a pouca idade, já é um dos símbolos do Bellator. O atleta iniciou sua carreira em 2015, disputou 17 lutas e venceu todas, sendo seis por nocaute e outras seis por finalização. A curiosidade é que todos os combates do americano foram realizados pela organização de Scott Coker.

Mais em Bellator