Siga-nos
Divulgação/Bellator

Bellator

Cris ‘Cyborg’ revela estar no fim de seu contrato com o Bellator e provoca Zingano

Veterana do MMA, Cris ‘Cyborg’, em breve, estará livre no mercado e aberta a estudar as propostas das principais organizações do esporte. Campeã do peso-pena (66 kg) do Bellator, a brasileira atuou pela última vez pela companhia em novembro, na Flórida (EUA), e informou que está na reta final de seu contrato com a empresa.

Em seu canal oficial no ‘YouTube’, ‘Cyborg’ detalhou que, no máximo, deve subir ao ‘cage’ do Bellator mais duas vezes. Como a brasileira foi campeã das principais companhias de MMA, uma possível aventura no PFL pode acontecer no futuro. Por outro lado, a campeã do peso-pena possui um bom relacionamento com Scott Coker, líder da organização, e, assim, uma renovação de vínculo não pode ser descartada.

“Tenho uma ou duas lutas restantes no meu contrato. Estou pronta para lutar e apenas esperando a próxima adversária. Eu nunca vou escolher adversárias. Meu empresário disse que talvez abril seja minha próxima luta e talvez possa ser Arlene Blencowe, que seria uma revanche. Eu nunca vou escolher oponentes, mas gostaria de lutar com novas garotas. Se for Arlene, também será uma grande luta. Vou estar pronta para abril, se a oportunidade vier”, declarou a lenda do MMA.

Sempre disposta a lutar, ‘Cyborg’ não cria problemas sobre quem será sua próxima adversária. No entanto, a brasileira se envolveu em uma polêmica por conta de Cat Zingano. A americana acusou a campeã do peso-pena do Bellator de recusar passar pelos testes antidoping. Imediatamente, a curitibana se defendeu, negando o ataque. Para surpresa da lenda do MMA e de parte dos fãs, a companhia anunciou que ‘Alpha’ enfrentará Pam Sorenson no card preliminar do show de número 276, que acontece em março. Se antes Cris sinalizou que a rival fazia de tudo para evitar o combate, agora que o duelo não saiu do papel, afirmou que a mesma tem medo.

“Não estou surpresa com isso, porque ouvi dizer que ela está pedindo muito dinheiro para lutar. Se você realmente quer lutar, sei que ela está encontrando muitas desculpas. Nunca recusei um teste de drogas. Se você ver a carreira dela, antes dela fazer o programa com a USADA, ela estava invicta. Depois da USADA, ela vem perdendo lutas há cinco anos. Não sei o que ela está dizendo. Por que você está escolhendo lutar nas preliminares do YouTube ao invés de um evento principal? Tudo o que ela está fazendo é apenas uma desculpa”, concluiu.

Mais em Bellator